A rede social de compras da Amazon

A novidade da empresa fundada por Jeff Bezos atende pelo nome de Spark, uma espécie de “Instagram do e-commerce”. Entenda a ideia

No último dia 18, a Amazon lançou o Spark, um novo formato de e-commerce em formato de rede social e que lembra o Instagram. Esse é o primeiro passo da empresa na direção de uma tendência de loja virtual que está ganhando adeptos: o social commerce.

De acordo com o site TechCrunch, a ideia é oferecer uma experiência de descoberta de produtos a partir da publicação de histórias, ideias e imagens de roupas, chapéus e outros objetos de interesse do consumidor na linha do tempo do Spark.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Os primeiros dados ou “alimentação” de dados será feita pelo próprio usuário, que vai escolher os assuntos ou coisas de sua preferência. Com o passar do tempo e uso da social commerce, o aplicativo vai capturando dados a partir das interações do usuário no Spark.

Dentre os formatos de conteúdos que poderão ser compartilhados no Spark, há desde textos ou revisão de produtos e o mais interessante: uma simples foto. Por meio de uma fotografia será possível clicar nas peças de roupas de uma pessoa e, assim, descobrir onde ela comprou o short, camiseta ou vestido.

É o caso da fotografia abaixo de Jeff Bezos, o fundador da Amazon…

Amazon/ divulgação

Ou ainda de uma mulher admirando o pôr-do-sol. No exemplo abaixo, o chapéus é o produto disponível para compra, que poderá ser adquirido ao “clicar” no ícone da bolsa no canto inferior direito da foto.

Amazon/ divulgação

Disponível nos EUA

Por enquanto, o Spark está disponível apenas nos Estados Unidos e para alguns clientes “primes”. Além disso, o social commerce somente é acessado por meio do aplicativo da Amazon na versão iOS e não no desktop. A TechCrunch apurou que a novidade estará disponível para todos os clientes a partir de agosto deste ano.






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS