Com vendas maiores e com o Assaí, GPA reverte prejuízo em lucro

No segundo trimestre deste ano, a maior varejista do País conseguiu lucro consolidado de R$ 165 milhões, com alta de 9,5% nas vendas líquidas

O GPA, detentor das bandeiras Pão de Açúcar, Extra e outros, conseguiu rever o prejuízo verificado no segundo trimestre de 2016 para lucro no segundo trimestre deste ano. Segundo informou a companhia, o lucro consolidado foi de R$ 165 milhões. As vendas líquidas da companhia apresentaram aumento de 9,5%, para R$ 10,6 bilhões no período.
Entre os destaques da companhia está, mais uma vez, o forte crescimento do Assaí, de 27,7%. A bandeira Extra também apresentou bom desempenho, com destaque para os modelos de hipermercados  – aumento de 7,6% em vendas em “mesmas lojas”.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
“Uma palavra que sintetiza bem nosso segundo trimestre é a continuidade de tudo o que estamos fazendo ao longo dos últimos trimestres”, afirmou a investidores Ronaldo Iabrudi, CEO do GPA. “Isso tem nos levado a aperfeiçoar a execução e aperfeiçoamento das lojas, ganho de marketshare, inclusive da Via Varejo, e tem nos levado a uma melhora nos indicadores e resultados financeiros”, completou o executivo.
Os investimentos do segmento Alimentar totalizaram R$ 286 milhões, montante superior ao mesmo período do ano anterior. Boa parte desses investimentos são direcionados para as conversões de Extra Hiper para Assaí.
No trimestre foram concluídas três conversões, além de outras 11 lojas já em processo de conversão. No ano, a empresa deve entregar um total de 16 conversões. Foram abertas três lojas ao todo no trimestre. O Assaí deve encerrar o ano com seis a oito novas lojas, incluindo a entrada em dois novos Estados.
Outra novidade da companhia, o aplicativo Meu Desconto, tem gerado resultados. Segundo Luís Moreno, CEO do Multivarejo da empresa um em cada seis clientes já usa a ferramenta digital e o envolvimento dos fornecedores na plataforma segue alto.

Desempenho por bandeira

Por bandeira, apenas o Assaí e o Extra apresentaram desempenho positivo em vendas. As vendas líquidas cresceram 27,7% no primeiro caso e 1,1% no Extra. As vendas líquidas do Pão de Açúcar, por sua vez, apresentaram recuo de 1,2%. As vendas das bandeiras de Proximidade recuaram 2,8%.
“Para o Assaí, nossa palavra de ordem é crescimento”, segundo Iabrudi.  “É um crescimento através de um plano assertivo, que teve um consenso grande interno e crescimento através de abertura. Isso faz com que a bandeira aumente a lucratividade e a participação no negócio como um todo”, comentou o executivo.
No Multivarejo, o CEO comentou que as evoluções em vários projetos. “O Meu Desconto foi fundamental, porque ele nos permite falar, comunicar e fazer promoções de maneira cirúrgica e personalizada. Há outras iniciativas que têm nos permitido continuar. São iniciativas transversais porque tem uma influência em todas as bandeiras do Multivarejo”, explicou Iabrudi.

Continuidade de esforços

Para Iabrudi, os próximos meses representam continuidade dos negócios da companhia. “O segundo trimestre nos leva a crer que a continuidade desses esforços desse time continua assertiva, mas sempre seguindo uma tendência de evoluir gradativamente e temos conseguido fazer isso apesar de um cenário
macroeconômico,  que continua desafiador e complexo”, disse.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS