Solução promete ajudar marketplace cumprir resolução do Banco Central

Novas regras mudam de data e começam a valer em 2018. Empresas de marketplace se preparam com soluções específicas no mercado. Entenda

Os marketplaces terão mais tempo para se organizar e cumprir a resolução do Banco Central que mira na regulamentação de sites considerados facilitadores de pagamento. No projeto inicial, as novas regras começariam a valer em setembro deste ano, mas foi prorrogado para 2018.
As regras são primordiais para a manutenção do serviço dos marketplaces que se encaixam nas características determinadas pelo Banco Central. Caso não cumpram as exigências, esse tipo de site não poderá mai fazer transações de cartões de crédito.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

Soluções especializadas

Como a norma exige uma série de detalhes, empresas especializadas em pagamentos digitais estão se antecipando com soluções que ajudem os marketplaces a se enquadrarem às novas exigências.
A fintech Stone, por exemplo, lançou o Split Stone, uma solução que ajuda no pagamento de recebíveis entre os vendedores do marketplace de forma simples e flexível. A solução faz a liquidação, credenciamento, análise de risco, antecipação e conciliação, de acordo com a personalização para cada estabelecimento.
“Vemos essas mudanças como uma grande oportunidade para oferecer serviços e plataformas diferenciadas que os grandes não oferecem e, assim, acelerar ainda mais o nosso crescimento no mercado de pagamentos”, justifica Augusto Lins, diretor de Relações Institucionais da Stone.






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS
ANUÁRIO Brasileiro de Relacionamento com Clientes

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS