O impacto do Cubo Coworking Itaú dentro do próprio Itaú Unibanco

Lineu Andrade, diretor de tecnologia do Itaú Unibanco, explica como o Cubo impacta o próprio banco e, é claro, o mercado

Douglas Luccena

Por mais tradicional que seja uma empresa, é impossível ignorar os impactos gerado pelo comportamento Millennial – seja dentro do quadro de funcionários ou diante das demandas dos consumidores. Por isso, é fato que empresas preocupadas com inovação precisam olhar para fora, enxergando o que há de novo no mercado, fomentando novas ideias e até mesmo novos negócios.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Parte do setor que mais inova no Brasil, o Itaú Unibanco tem atuado nesse sentido. O banco sempre apostou na tecnologia e na inovação para transformar o relacionamento com clientes – investindo em diversas alternativas de aplicativos, em comunicação digital, etc -. Com isso, a empresa teve sempre o objetivo de estar alinhada com seus valores: transformar a vida das pessoas para melhor.

Nesse contexto, o banco investiu na criação do Cubo Coworking Itaú, um espaço que abriga startups que já possuem grandes ideias e produtos que podem melhorar a vida das pessoas. “A criação do Cubo foi baseada no objetivo de oferecer um ambiente inspirador para conectar pessoas brilhantes, com vontade de transformar negócios, a tecnologia e a vida das pessoas para melhor”, conta Lineu Andrade, diretor de Tecnologia do Itaú Unibanco*.

Leia mais: A sua experiência com meios de pagamento vai melhorar 
Impactos

Contudo, o que nem todos imaginam é que essa criação da empresa também gera efeitos internos. De acordo com Andrade, junto à transformação no mercado, o Cubo também contribui para a transformação do Itaú Unibanco. E como isso acontece? Um ponto fundamental citado pelo executivo é a proximidade com pessoas talentosas e inovadoras.

Leia mais: Gatinhos, cãezinhos e…Itaú Unibanco?

Isso tem gerado grande aprendizado e tem feito o banco reconhecer que a inovação, em grande medida, vem de forma diferenciada, ágil e, cada vez mais, colaborativa. “Estamos participando ativamente desse ecossistema e reforçando nossos esforços em colaborar com essas empresas para evoluir como um banco digital e líder em inovação”.

 

*Lineu Andrade, diretor de Tecnologia do Itaú Unibanco, estará no Conarec e falará mais sobre a conexão entre o banco e o Cubo durante o evento. Participe!

 






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS