Brasileiros gastam, em média, R$ 189 por mês em cuidados com pets

Levantamento indica que nem a falta de dinheiro desestimula as famílias a comprar mimos para os pets. Rações premium estão entras principais compras

Os cuidados com animais domésticos para a maior parte das famílias brasileiras vão muito além de dar alimentos e levar para passear. Pesquisa feita pela SPC Brasil com internautas indica que o valor mensal médio gasto com os pets é de R$ 189 entre alimentação de alto nível, cuidados com a saúde, bem estar e mimos.
Para famílias das classes A e B o valor médio aumenta para R$ 224 mensais. Entre os que recebem até dois salários mínimos, os gastos com os animais podem representar até 10% de toda a renda familiar.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
Segundo a pesquisa, a relação familiar que os brasileiros têm com seus pets é o que faz com que os investimentos continuem mesmo em épocas de pouco dinheiro no bolso. Para 61% dos donos de animais, os pets são considerados um membro da família, 21% dizem que não ficam sem comprar algo para o animal por falta de dinheiro e 33% admitem que compram mais do que o básico para os seus pets.

Gastos

Entre os produtos e serviços mais requisitados estão as rações (88%), sendo que 52% dos entrevistados disseram que optam por comprar pelo tipo premium, considerada as mais indicadas para o porte e raça dos pets.
A compra de shampoos e condicionadores aparece na segunda opção de gastos, com 57%, seguido de petiscos (52%), medicamentos e vitaminas (50%) e brinquedos (44%). Apenas 21% dos donos disseram que fazem comidas naturais exclusivamente para seus pets.
Os produtos e serviços mais frequentes são vacinas (63%), idas ao veterinário (44%) e banhos em petshop (37%).

Extras

Os tratamentos estéticos para pets estão ganhando força no mercado e já são usados mensalmente por 13% dos animais. Passeadores de cachorro (13%), tratamentos dentários (9%), tratamento contra obesidade (8%), acompanhamento comportamental (8%), adestramento (7%) e idas a creches (7%) são outros serviços “extras” mais requisitados.
Entre os produtos que os donos gostariam de oferecer aos seus animais, mas não conseguem por falta de dinheiro estão os planos de saúde (33%), serviços de SPA (23%), assinaturas mensais de caixas de brinquedos (20%) e idas frequentes ao veterinário (20%).

Onde compram

As lojas pequenas de bairro especializadas em petshop são as favoritas e representam a principal opção de compra para 53% dos entrevistados em comparação as 20% que preferem as grandes redes de petshop. Os supermercados também são usados para abastecer os animais domésticos, segundo 16% dos participantes.
O preço é o principal determinante de compra (59%), seguido de qualidade dos produtos e serviços (49%) e da confiança no estabelecimento (44%).






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS