Especial: As estratégias de Magazine Luiza, GPA, Arezzo, Netshoes e Petz

NOVAREJO reuniu neste especial as principais estratégias de crescimento desses gigantes que representam diferentes segmentos do varejo brasileiro

Crescer. Essa palavra está na cabeça de dez em dez empresários de grandes redes e empreendedores. É o que todos querem. Observar o que grandes redes fazem para alcançar resultados acima da média é um dos caminhos para errar menos e testar. Por isso, NOVAREJO reuniu neste espaço as estratégias de grandes redes de segmentos diferentes.
No segmento de super e hipermercados, o GPA está desenvolvendo uma estratégia de focar no que sabe fazer: varejo alimentar. Essa é a base de todas as ações da companhia no último ano, o que inclui aumentar o portfólio do atacarejo Assaí, que tem registrado crescimentos acima da média, e otimização do portfólio. A empresa também está caminhando para consolidar sua transformação digital.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
Veja as estratégias que têm feito o GPA sair  de um rombo de R$ 119 milhões no terceiro trimestre de 2016 para um lucro de R$ 32 milhões agora.

Confira aqui as estratégias do GPA

Outra rede que tem se consolidado com estratégia digital é o Magazine Luiza. Considerando o maior benchmark do varejo brasileiro em transformação digital, o Magazine Luiza tem registrado fortes crescimentos no seu e-commerce, inserido em uma estratégia já conhecida pelo mercado de ser um negócio digital com pontos físicos e calor humano.
A companhia, que até 2015 ainda amargava resultados negativos, reverteu o jogo. No segundo trimestre deste ano, por exemplo, o Magazine Luiza registrou o seu maior lucro líquido da história da empresa, de R$ 72,4 milhões – um crescimento de quase 600% em relação ao segundo trimestre do ano anterior. E tudo isso é resultado da estratégia digital

Confira aqui as estratégias do Magazine Luiza

No segmento de calçados, quem tem dado um exemplo de integração de canais é a Arezzo. A companhia conseguiu tirar o omnichannel do papel e elevou o nível de experiência dos consumidores, inserindo na estratégia SAC, redes sociais, aplicativo, site…tudo em uma estratégia baseada em dados.

Confira aqui as estratégias da Arezzo

Também no campo digital, a Netshoes tem conseguido resultados. O e-commerce tem conseguido aumentar as vendas via dispositivos móveis – ampliando as possibilidades de crescimento de vendas. A companhia conseguiu elevar os pedidos em aplicativos e m-sites em 98,7% no segundo trimestre deste ano.

Confira aqui as estratégias da Netshoes

Em um segmento com jornadas de compras baseadas em emoção, o segmento de varejo pet tem demonstrado sua força. A Petz criou estratégias para crescer neste campo. O segredo, segundo Sérgio Zimerman, CEO da companhia, é apostar no varejo de alma que cria uma relação forte e afetiva com os clientes. Foi assim que a Petz cresceu 31% no ano passado e espera crescer 50% até o fim deste ano, impulsionado pelas novas lojas.

Confira aqui as estratégias da Petz

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS