Varejo cresce 2,2% em outubro em relação a 2016

Crescimento das vendas totais tem sexto mês de resultados positivos no País em 2017, segundo Indicador de Varejo Mastercard

As vendas totais no varejo mantiveram a alta em outubro deste ano no País, com crescimento de 2,2% em outubro em relação a 2016. As informações são do Indicador de Varejo Mastercard, divulgados nesta sexta (1°).
Esse é o sexto mês consecutivo de resultados positivos, excluindo os setores de automóveis e materiais de construção, de acordo com a empresa de crédito.
A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!
De acordo com a Mastercard, os supermercados, setor de material de construção, artigos farmacêuticos, móveis e eletrodomésticos mantiveram crescimento acima do indicador de vendas totais. Já os artigos de uso pessoal e doméstico, vestuários e combustíveis tiveram desempenho abaixo.

E-commerce

O crescimento do e-commerce foi de 20,9% em outubro, mantendo os dois dígitos se comparado a 2016.
Os setores de móveis e vestuários tiveram desempenho superior à média. Já de hobby & livraria, eletrônicos e artigos farmacêuticos permaneceram abaixo do crescimento do canal.

Distribuição

A região Norte (2,7%), Sul (4,1%) e Sudeste (2,5%) permaneceram com desempenho acima da média. O Nordeste (0,7%) e Centro?Oeste (-0,3%) ficaram abaixo do registrado pelo varejo, na comparação com o mesmo período do de 2016.
Lançado no Brasil em 2013, pela Mastercard Advisors, o relatório mensal SpendingPulse, responsável pelo Indicador de Varejo Mastercard, é um indicador macroeconômico que informa sobre gastos no varejo nacional e o desempenho do consumo.

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS