Entenda o impacto da compra da Next IT pela Verint

A Verint comprou a empresa Next IT e deu mais um passo em direção à Inteligência Artificial. Entenda o impacto dessa aquisição para o mercado

Shutterstock

Algumas inovações envolvem aquisições – de tecnologias, negócios, marcas e empresas. Um exemplo disso é a experiência recente da Verint, que adquiriu a Next IT Corporation e sua subsidiária, a Next IT Innovation Labs, LLC – conhecidas e chamadas coletivamente de “Next IT”. Com essa compra, a Verint deu um passo rumo à Inteligência Artificial, uma vez que a Next IT é desenvolvedora de ferramentas de IA conversacional, alimentadas por assistentes virtuais inteligentes. O valor da aquisição foi equivalente a cerca de US$ 30 milhões em espécie, além de potenciais pagamentos futuros adicionais.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

“Continuamos a executar a nossa estratégia de inovação, incluindo aquisições que ampliam o nosso portfólio de autoatendimento, aceleram as funcionalidades de Nuvem e a automação da Verint”, afirma Dan Bodner, CEO da Verint. “Acreditamos que a inovação contínua da Verint em tecnologias de inteligência artificial – como Machine Learning, robótica e processamento de linguagem natural – nos posiciona em direção a um crescimento acelerado, ajudando as organizações a modernizarem operações para engajamento de clientes com maior automação”.

Atualização de perspectivas

Apesar de a aquisição ser considerada pequena quando comparada aos negócios totais da empresa, a Verint atualizou seu planejamento para o ano que termina em 31 de janeiro de 2019, devido a essa conquista. Exemplos disso é que a companhia está aprimorando as perspectivas de crescimento das receitas no segmento Customer Engagement, de cerca de 5% para cerca de 6%. Outras mudanças de perspectiva envolvem:

– Uma provável crescimento de receita de cerca de 10% no segmento Cyber Intelligence;
– Uma perspectiva total de receita de US$ 1,215 bilhão para US$ 1,225 bilhão, com uma faixa de +/- 2%;
– O aumento das perspectivas de lucros diluídos por ação em meio a orientação referente à receita de US$ 3,00 para US$ 3,03, refletindo um crescimento de aproximadamente 10% em relação ao ano anterior.

A empresa lembra ainda que a perspectiva de taxa de crescimento é calculada a partir da comparação com o cenário do ano que se encerra em 31 de janeiro de 2018.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS