Vendas de aplicativos disparam no mundo

Pesquisa da App Annie aponta um crescimento robusto do mercado e aplicativos e revela quais países se destacam no acesso a apps

O relatório anual da App Annie, empresa de consultoria e pesquisa especializada em tecnologia, aponta um crescimento de 60% no número de downloads de aplicativos no mundo todo em relação a 2015, atingindo a marca de 175 bilhões de downloads. Os números indicam ainda crescimento de 105% no faturamento e 86 bilhões de dólares gastos pelos consumidores para baixar apps.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

Segundo a pesquisa, os usuários passam um décimo do ano acessando aplicativos. O tempo gasto por usuários em aplicativos em 2017 corresponde a quase um mês e meio (ou exatamente 43 dias) do total de 12 meses, um crescimento de 30% no tempo de acesso em relação a 2015.

Na média, os usuários possuem cerca de 80 aplicativos no celular, mas usam apenas metade disso.

China lidera

No último trimestre de 2017, a pesquisa da App Annie aponta que, para cada 4 dólares gastos com aplicativos no mundo, 1 dólar vinha da China. O gigante asiático é responsável pelo maior número de horas de acesso, com 200 bilhões de horas em aplicativos em iOS, Google Play e Android. A Índia vem na segunda posição, mas com número muito mais modesto, somando um total de 50 bilhões de horas em aplicativos no mesmo período.

Além de líder em consumo de aplicativos, a China também se destaca como produtora. A maioria dos apps usados em seu território é produzida por empresas nacionais, que estão cavando seu espaço no mundo todo. Os aplicativos de compartilhamento de bicicletas Mobike e ofo, por exemplo, estão ganhando adesões massivas no mundo todo.

Emergentes

Dos cinco maiores consumidores de aplicativos no mundo, quatro são países emergentes. Além de China e Índia, a Indonésia e a Coreia do Sul ocupam, respectivamente, a quarta e a quinta posições. Entre esses estão os Estados Unidos, em terceiro lugar, o único país de economia madura que postula entre os maiores consumidores de app.

Leia também:

3 Tendências que mudarão o jeito de pagar em 2018 

 

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS