Os e-commerces mais recomendados do País pelos consumidores

Pesquisa do Ibope mostra quais são as lojas virtuais mais recomendadas pelos consumidores brasileiros a partir da experiência deles com os sites

Satisfação e a possibilidade de recomendar um e-commerce. Estes são os critérios analisados pelo Ibope para medir quais são as lojas virtuais mais recomendadas pelos brasileiros. A pesquisa foi realizada pelo Ibope Conecta, que mede o comportamento do consumidor digital; e pelo Ibope DTM, unidade de marketing de relacionamento e big data do Ibope Inteligência.

O estudo compara os 35 principais  e-commerces do País com base na experiência que os consumidores têm com essas marcas. Foram entrevistados em torno de 2 mil pessoas com idade a partir dos 16 anos e de todas as classes socieconômicas. A média de satisfação, em uma escala de 0 a 100 ficou em 58.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

“Por meio desse estudo, é possível criar parâmetros de mercado para indicadores de satisfação e recomendação, o que permite que as empresas possam se desafiar e estabelecer metas formais de satisfação de seus consumidores”, disse, em nota, Bernardo Canedo, diretor executivo do Ibope DTM.

Leia também
E-commerce deve superar pela primeira vez shoppings nas vendas de Natal

Os líderes

A pesquisa mostra que dos 35 e-commerces analisados, 21 ficaram acima da média de 58 pontos. Liderando a lista está a Netshoes. Comparado com o último estudo, a empresa segue na liderança e com pontuação maior.

“Trabalhamos com foco no cliente e inovamos sempre para a melhor jornada de compra, tendo sempre em mente que a conclusão de um pedido, com uma entrega eficiente, marca o início da próxima compra daquele consumidor”, afirmou, em nota, Graciela Kumruian, COO da Netshoes.

Na sequência aparece o KaBuM, com 75 pontos. A companhia teve uma recuperação muito forte, na comparação com dezembro de 2016, quando tinha 46,6 pontos. Já a Saraiva aparece em terceiro lugar, com 71 pontos de recomendação – era 60 em dezembro de 2016.

Veja o ranking:

Fonte: Ibope

 

Leia também
5 Tendências para empreender no e-commerce em 2018






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS