70% dos brasileiros atrasaram dívidas em 2017

A pesquisa do SPC e da CNDL aponta ainda quais mudanças de comportamento os endividados estão assumindo para reduzir suas dívidas

Sete em cada vez brasileiros deixaram de pagar ou pagaram com atraso alguma conta em 2017. Os compromissos que mais registraram casos de atrasos são, em primeiro lugar, a fatura do cartão de crédito, segundo 39% dos entrevistados, em seguida vem o plano de internet, com algum atraso em 28% dos gastos. Plano de celular e/ou telefone fixo vem na sequência, com 26%.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

Os números são de uma pesquisa realizada em conjunto pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CDNL). A pesquisa mostra ainda que quase metade dos brasileiros, ou 47%, atrasaram o suficiente para terem seus nomes incluídos em algum serviço de proteção ao crédito.

Mudança de comportamento

Os números atualizados apontam para 39% da população brasileira adulta registrada como inadimplente no país. Entre os que tiveram seu nome sujo em 2017, 80% apontam ter mudado a maneira como organizam e operam suas finanças.

Controlar os gastos foi apontado por 49% dos entrevistados como a maneira que encontraram de melhorar sua saúde financeira. Os que pensaram melhor antes de comprar algo somam 39%. Tem ainda os que passaram a comprar só quando têm dinheiro para adquirir à vista, atitude tomada por 34%.

Com relação especificamente a cartão de crédito, a maior causa de endividamento, as principais atitudes foram evitar seu uso, em 28% dos casos, ou mesmo cancelar o serviço, em 17%.

Leia também:

Endividamento das famílias sobe em janeiro






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS