Petz vai inaugurar segunda maior loja da rede com hotel para animais

Head de expansão da Petz explica como a rede tem feito para que as novas lojas não canibalizem unidades mais antigas durante o rápido crescimento da marca

Pexels

A Petz anunciou a inauguração da sua nova unidade em São Paulo, na avenida Doutor Ricardo Jafet, zona sul da capital. A loja de produtos para animais terá seis mil metros quadrados de terreno, com área de estacionamento para 100 carros, e dois mil metros de área construída. A nova unidade aposta em um serviço inédito de hotel para os animais, além de uma vasta área de jardim para diversão e um hospital.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

Número um em área total, a Petz da Ricardo Jafet só perde em área construída para a unidade da Marginal Tietê, a primeira loja da companhia, que tem três mil metros quadrados distribuídos em dois andares. A vantagem da nova unidade é que toda área construída é concentrada em um único andar.

Com a rápida expansão pela qual a Petz vem passando, Bruno Romanzini, head de expansão da rede, destaca o cuidado que ele toma durante a escolha de novos pontos, observando dados para poder medir impactos das novas lojas no faturamento das mais antigas que operam na região. “Quando a gente abre uma loja nova, a gente consegue medir o impacto que ela vai causar em outras nas imediações. Mas o mais interessante é que esse impacto está sendo mais forte durante o primeiro ano, a partir do segundo ano, ele diminui”, explica o head.

Criação de demanda

Romanzini afirma que a perda de parte do faturamento das lojas que já estavam instaladas é compensada a partir do segundo ano de operação da nova loja porque, via de regra, a própria loja acaba despertando uma demanda que estava adormecida na região. “Pessoas que não eram usuárias ou não estavam consumindo produtos pet passam a consumir. Elas se sentem mais confortáveis porque tem uma loja próxima e opções de A a Z do que precisam, elas voltam a ter o aquário, adotam um cão, um gato”, diz o executivo.

A ideia de Romanzini com a nova loja é, além de incentivar a cultura pet na região, distribuir a atual demanda dos moradores dos arredores da Ricardo Jafet e principalmente o fluxo de clientes que vão rumo ao litoral, que hoje está concentrado nas lojas da avenida Bandeirantes e do Carrefour Imigrantes. O executivo afirma que a inauguração da unidade Ricardo Jafet está próxima de acontecer, mas preferiu não cravar a data.

Leia também:

Mercado pet cresce, mas patina ao entrar no mundo digital






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS