Agência lança plataforma que ajuda marcas a criarem voz personalizada

Em mesa do festival de criatividade Cannes Lions, agência WaveMaker lançou plataforma acompanhada de estudo que revelou preferência dos clientes por vozes humanas

Os assistentes digitais por voz não são necessariamente uma novidade.  Plataformas como Alexa, Cortana e Siri são alguns exemplos que podem ser eficientes para auxiliar nas tarefas cotidianas. No contexto corporativo, essa ferramenta com voz computadorizada pode não ser tão eficiente assim na comunicação com seus clientes. Para sugerir um novo caminho neste segmento, a agência Wavemaker lançou – em parceria com o NeuroStrata-Cloud Army -, a plataforma WM Voicemaker. O lançamento oficial ocorreu durante a mesa “A Língua pinta o que os olhos não conseguem ver: o poder da voz”, que aconteceu nesta terça-feira, 19, no festival de criatividade Cannes Lions.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

A plataforma se baseia em testes neuro-científicos sobre as reações conscientes e inconscientes das pessoas ao ouvirem uma série de vozes. O processo de pesquisa sugere que vozes humanas são mais eficientes que plataformas convencionais para transmitir os valores e confiança das marcas. Outra constatação do estudo é que os serviços já existentes têm dificuldades de acompanhar perguntas emocionais das pessoas em virtude da voz robótica. O WM Voicemaker permite que as marcas realizem testes a partir de uma análise que as ajudará a entender como diferentes vozes podem transmitir seus valores e características de marca. “Até agora, as ferramentas tradicionais de pesquisa em neurociência não estavam disponíveis para fazer isso em escala, portanto, essa plataforma não é apenas pioneira, mas vai oferecer um produto on-line e rápido para avaliar e otimizar a voz da marca”, afirma Verra Budimlija, porta-voz da Wavemaker.

Sobre a pesquisa

O ensejo para desenvolver a plataforma surgiu com os dados da pesquisa que revelou que 47% das pessoas preferem uma voz humana ao assistente robótico padrão.






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS