Artigo: O que aprendi com o Tite nesta Copa do Mundo

A atuação do atual técnico da seleção brasileira traz grandes ensinamentos para os negócios e até mesmo para a vida. Veja em artigo de Tathiane Deândhela

Por: - 5 meses atrás

Shutterstock

“Existe algo bem maior do que a sensação de ganhar ou perder. É a sensação de ter feito o seu melhor”.
– Tite

Nesta copa do mundo, algo tem chamado bastante a atenção: a performance do Brasil durante os jogos. Apesar de não ser uma grande fã de futebol, eu sempre fui uma grande admiradora da alta performance de atletas e da influência de bons líderes.

Depois de muito ouvir sobre a melhora nos resultados da Seleção Brasileira, fiquei bastante intrigada. Resolvi, então, pesquisar sobre este fenômeno para compreender suas causas e replicar estas ações com minha equipe.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

“Uai, Tathi! Vocês também jogam futebol?”.

Não, não jogamos.

Porém, os princípios que determinam o sucesso sempre são os mesmos para qualquer área. Não importa se é um atleta, um artista, um cientista ou um empresário. E são exatamente eles que norteiam a liderança do Tite, o técnico da nossa Seleção – e que irei compartilhar agora com você.

1. Seja mentalmente forte

Quem é o seu maior inimigo? A concorrência? Os políticos?

Nãoooo!

A resposta é dura, mas precisa ser dita… Seu maior inimigo é você.

Todas as vezes que coloca 10 minutos de soneca. Sempre que foge dos seus problemas em vez de encarar de frente. Em todos os momentos que deixa pensamentos negativos dominarem.

Ser mentalmente forte é você ter a capacidade de virar o jogo! Mesmo quando tudo der errado em sua vida, você ainda tirar forças para continuar.

Como disse Veronica A. Shoffstall: “com o tempo você aprende que pode ir muito mais longe depois de se pensar que já não se pode mais!”.

Seja mentalmente forte!

2. Se prepare para todos os jogos

Eis aqui um fato: para qualquer atleta campeão os treinos são mais intensos que as competições. A preparação é o que determina os vencedores.

Uma vez eu estava assistindo uma partida de futebol feminino e após o jogo, coincidentemente, a melhor jogadora continuou treinando com um exercício chamando de cones.

O seu técnico olhando aquela cena disse: “a imagem de um campeão é alguém encharcado de suor em ponto de exaustão mesmo quando ninguém está olhando”.

Você pode liderar a si mesmo e buscar se antecipar para cada jogo da vida.

Você tem escolhido jogar para ganhar ou jogar para não perder?

Agora é a hora de jogar para vencer! Parabéns, campeão.

3. Assuma as responsabilidades

A estreia do Brasil nesta copa foi bastante sofrida: momentos intensos, lances polêmicos… E faltas. Muitas faltas.
O empate não desceu bem para milhões de torcedores.

Especialmente para aqueles que reclamam fervorosamente sobre o não uso do árbitro de vídeo para determinar a aplicação da falta sofrida por um de nossos jogadores – e que poderia ter anulado o gol da Suíça.

O Tite, entretanto, não culpou o resultado neste detalhe específico.

Segundo ele, toda a equipe jogou mal. Todos poderiam ter tido um melhor desempenho. Admitiu a própria responsabilidade diante da situação.

E, apesar do erro da arbitragem, assumiu uma postura admirável: “a culpa não é minha, mas o problema é meu”.

4. Tenha concentração competitiva

Um time que entra em campo para ganhar tem um foco bastante diferente daquele que entra para não perder. O Tite sabe bem disso.

Ele orienta os jogadores para que mantenham o foco completamente no jogo. No posicionamento em campo, na bola, em como cada adversário se movimenta…

Essa postura é o que faz uma grande diferença nos resultados finais.

A gente percebe claramente quando isso realmente acontece. O jogo fica até mais bonito, com lances incríveis e finalizações de tirar o fôlego.

Concentração competitiva é mais do que apenas se concentrar. É eliminar da mente qualquer coisa que não tenha a ver com a atividade que você realiza naquele momento. É estar pronto para a vitória – e conquistá-la.

 

*Tathiane Deândhela é Mestre em liderança pela Universidade de Atlanta; especialista em Marketing com ênfase em Serviços pela FGV; em Liderança pela FranklinCovey Negociação e Gestão do Tempo; Master Coach Trainer pela The International Association of Coaching, Consultora de carreira e Executiva Multidisciplinar.