Operação de varejo do Carrefour despenca, mas grupo tem lucro de 40%

Dados do 2º tri do Carrefour Brasil consolidam banco e atacado como operações mais lucrativas. Varejo, porém, sofre queda acentuada. Confira

O braço financeiro do Carrefour, o Carrefour Soluções Financeiras, foi o principal responsável pelo aumento de quase 40% nos lucros líquidos do Grupo Carrefour no Brasil. O crescimento do lucro líquido só do CSF foi de 96,4% no segundo trimestre de 2018 na comparação com o mesmo período do ano passado. Por outro lado, o setor de varejo do grupo registrou queda de 38%.

O lucro líquido distribuído entre os acionistas foi 39,4% maior que o registrado no período anterior, chegando a R$389 milhões entre abril e junho de 2018. No primeiro semestre inteiro, o crescimento foi de 52,1%, total de R$ 669 milhões.

No primeiro semestre do ano, as vendas no atacado e no varejo atingiram R$ 26,6 bilhões, alta de 5,8%. Vendas em mesmas lojas, que contam apenas as lojas que já existiam no período anterior, cresceram 3,6% no segundo trimestre. Desde o começo do ano, o crescimento em vendas em uma mesma base de lojas foi de 2,1%.

Leia também: Carrefour anuncia investimento na produção de carne bovina brasileira

Atacarejo e vendas on-line amortizaram as perdas dos hiper, super e mercados locais do grupo. As lojas do Atacadão tiveram um aumento das vendas de 8,4% na comparação com o segundo trimestre do ano passado. Em lucro líquido, o atacarejo cresceu 20%.

On-line

Nos primeiros seis meses, as vendas na internet representaram 6,8% do total das vendas do grupo. No mesmo período do ano passado, as vendas no e-commerce representavam 3,3%.

O GMV subiu 123% só no segundo trimestre, enquanto a média do setor é de 21%, segundo a Ebit. O marketplace representou 13% do GMV no segundo trimestre, com crescimento de 2 pontos percentuais em relação aos três primeiros meses do ano.

O número de SKUs do Carrefour no e-commerce cresceu 34% no segundo trimestre na comparação com o primeiro trimestre. O tíquete médio cresceu 27% e o número de pedidos de alimentos dobrou no período.

Orgânicos

A venda de produtos orgânicos cresceu 60% no segundo trimestre deste ano na comparação com o mesmo período do ano anterior, consolidando parte do plano Carrefour 2022 de aumento na oferta de alimentos saudáveis.






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS