Solução tecnológica realiza cobrança de dívida de maneira discreta

Dados do SPC e Serasa de junho mostram um total 63,3 milhões devedores no Brasil. Em meio a tudo isso, empresas vivem um dilema: como recuperar o ativo sem constranger o consumidor?

Por: - 4 meses atrás

Pixabay

Em julho, o número de inadimplentes chegou a casa dos 63,3 milhões de inadimplentes, segundo dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). É tanta gente que a gestão da recuperação de ativos ou cobrança de dívida nem sempre é uma missão das mais fáceis. Para o consumidor, essa pode ser uma situação até mesmo desconfortável e constrangedora.

O ideal seria que o processo de negociação e cobrança da dívida ocorresse dentro do mais absoluto sigilo – algo como mandar uma mensagem via WhatsApp. Foi pensando nisso que a Atento desenvolveu uma plataforma chamada Cobrança Digital, um serviço que atua nos processos de gestão de cobrança e que prevê o monitoramento de redes sociais e até o acionamento jurídico de dívidas.

De acordo com a Atento, um dos diferenciais da solução é justamente a oferecer uma plataforma com diferentes opções de canais para a negociação com o cliente. A ele cabe apenas a escolha do canal de sua preferência: telefone, aplicativo de mensagens e outros – com ou sem a participação de um operador humano.

Feita a escolha, a plataforma permite outras atividades, dentre elas a emissão do boleto para pagamento. E não para por aí. É possível ainda integrar a solução da Atento ao sistema do banco, alimentando-os com as informações sobre as interações mantidas com o consumidor.

Sem dúvida, essa é uma das mais menos invasivas para a cobrança da dívida. E o cliente agradece.

Conheça os diferenciais da ferramenta: