Latam decide incorporar capital da Multiplus e focar em novo produto

Intenção da companhia aérea é comprar porcentagem da Multiplus no mercado e criar programa de pontos internamente. Entenda

Por: - 2 meses atrás

A Tam Linhas Aéreas, subsidiária integral da Latam, anunciou que não pretende renovar o contrato com a operadora de programas de fidelidade Multiplus. A companhia aérea optou por comprar as ações da empresa e incorporá-la em seu escopo em um novo programa de fidelidade que deve surgir em parceria com a Latam Pass, programa de pontos da companhia no Chile.

Vale destacar que, hoje, a Latam é dona de 72% da Multiplus, de modo que os outros 27,3% pertencem a outros acionistas. De acordo com a companhia aérea, o programa possui mais de 21,1 milhões de clientes e destacou, em comunicado, que não haverá interferência em pontos com a transição: “os pontos de clientes da Multiplus e benefícios de resgate permanecerão intactos”.

Embora o contrato original entre as duas empresas vença apenas em 2024, a TAM informou que pretende confirmar uma oferta pública de aquisições ordinárias (OPA) para o cancelamento de registro de empresa aberta da Multiplus. Em comunicado à Multiplis, a TAM destacou que o valor pretendido é de R$ 27,22 por ação, que corresponde ao preço médio ponderado dos últimos 90 pregões. De acordo com a Latam, pelo preço sugerido, a aquisição dos 27,3% do capital em circulação no mercado sairá por aproximadamente R$ 1,2 bilhão.

Possíveis causas

A decisão por fechar o capital da Multiplus, de acordo com a Latam, foi por conta de tímida evolução da participação neste segmento e também pelo desejo de controlar um programa de fidelidade interno em breve.  “Essa força inerente ao produto não foi suficiente para reforçar a liderança da Multiplus no mercado brasileiro de pontos de fidelidade, cada vez mais competitivo”, destacou a Latam em comunicado.

Desde a associação de negócios entre a LAN e a TAM, as afiliadas do grupo tem operado com dois programas distintos destinados à passageiros frequentes. A decisão também se baseou no recuo dos lucros. No 2º trimestre, a Multiplus apresentou lucro líquido de R$ 73, 8 milhões, o que representou um recuo de 41,4% no mesmo período de 2017.