Vendas nos supermercados crescem quase 2% de janeiro a agosto

Os números da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) mostram, também, bom desempenho do segmento de supermercados em relação a agosto do ano passado

As vendas nos supermercados brasileiros acumularam alta de 1,99% de janeiro a agosto, na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com a Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

Outros números divulgados pela entidade mostram desempenho superior em todas as comparações. Em agosto, os supermercados apresentaram alta de 1,35% nas vendas, na comparação com julho, e alta de 3,64% em relação ao mesmo mês de 2017. Nos sete primeiros meses do ano, o crescimento nas vendas foi de 1,91%.

Preços

Os preços da cesta de produtos pesquisadas pelo setor tiveram queda de 1,26%, ao passar de R$ 464,36 para R$ 458,53. Os produtos com as maiores quedas em agosto foram cebola, batata, macarrão espaguete e tomate. As maiores altas foram registradas nos itens xampu, farinha de trigo, extrato de tomate e desinfetante.

Regiões

Todas as regiões brasileiras apresentaram queda nos preços. O Sudeste teve a maior queda (2,26%), chegando a R$ 442,86. O resultado foi impulsionado pelas quedas no interior de Minas Gerais, registrando 2,86% de baixa, Grande Belo Horizonte (2,70%) e interior de São Paulo (2,54%).

(Com Agência Brasil)

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Quanto custa abrir uma franquia de varejo no Brasil?

Home office é tendência de trabalho para 2020: veja 5 dicas

“Parasita”: Pessoas, baratas, parasitas e a diluição da identidade

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

Quais são as tendências para 2020. Veja a lista

VEJA MAIS