Faturamento do e-commerce com o Dia das Crianças deve crescer 4%

Estimativa da ABComm mostra que o ticket médio deve superar R$ 270 e que os consumidores estão de olho em produtos de menor valor

O varejo já está se preparando para o Dia das Crianças. Além dos pequenos, o e-commerce também deve comemorar a data. Isso, porque segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), as lojas virtuais devem movimentar 2,1 bilhões com as vendas de presentes. A estimativa é importante porque serve como um termômetro para as vendas de fim de ano.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

A movimentação de mais de R$ 2 bilhões prevista pela ABComm representaria um crescimento de 4% na comparação com o mesmo evento no ano passado. A associação estima que cerca de 7,8 milhões de pedidos sejam realizados entre os dias 24 de setembro e 12 de outubro. Ao finalizar as compras nos carrinhos, o ticket médio dos consumidores deve chegar a R$ 277. As categorias mais buscadas devem ser Brinquedos, Eletrônicos, Moda, Materiais Esportivos e Materiais Escolares.

Para Mauricio Salvador, presidente da ABComm, os varejistas precisam ficar atentos à busca por produtos de menor valor. “Mesmo apresentando crescimento em relação ao ano passado, as incertezas sobre o futuro da economia devem fazer com que os consumidores busquem produtos de valor mais baixo”, afirma.

Abaixo da média

A alta de 4% no faturamento com as vendas online no Dia das Crianças ainda representa um crescimento abaixo da média de crescimento do ano, calculada pela ABComm em 15% para 2018. Uma das explicações para o grande crescimento do e-commerce é a dificuldade encontrada pelas lojas físicas. Segundo a CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), a estimativa de abertura de lojas físicas em 2018 era de 20,7 mil. Porém, a confederação anunciou o reajuste da estimativa para 5,2 mil inaugurações neste ano.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS