Novos caminhos: tendências que devem surgir em mobilidade urbana

Em cidades hiperconectadas, o uso de carros é cada vez mais discutido. Nesse contexto, mapeamos novos produtos que devem pintar nas ruas em breve

Por: - 1 mês atrás

O trânsito das grandes cidades e até mesmo o incentivo das prefeituras para que as vias se tornem um espaço de lazer têm feito com que bikes, patinetes e skates ganhem cada vez mais as ruas dos centros urbanos. Em cidades cada vez mais populosas, a discussão sobre novas formas de locomoção devem predominar a agenda dos próximos governos.

A Consumidor Moderno mapeou alguns produtos e serviços que vêm roubando a cena fora do país e que devem, muito em breve, aparecer nas grandes metrópoles brasileiras. Confira:

Skate elétrico

Apontado como o skate mais leve do mundo, o Boosted tem um design que favorece as rotações e reduz as trepidações causadas por terrenos irregulares. O equipamento pesa 6,8 quilos e tem autonomia para percorrer cerca de 11 quilômetros ou o dobro disso com uma bateria extra, vendida separadamente. O skate leva cerca de 1h15 para carregar e vem com um controle manual de impulsão e velocidade. Em 30 dias, caso não goste do skate, o cliente pode devolvê-lo e receber o dinheiro de volta
Disponível em: www.boostedboards.com
Preço: US$ 749

Inovação brasileira


A Biobike foi uma das primeiras empresas a trazer o conceito de bicicletas elétricas ao Brasil. Após dez anos de atuação, a empresa oferece seis modelos para quem busca praticidade de locomoção nas grandes cidades. Os modelos com motor elétrico possuem autonomia para atingir até 35 quilômetros por hora e bateria de lítio recarregável
Disponível em
: https://loja.biobike.com.br/
Preço: a partir de R$ 3.839

A onda retrô


Na contramão das bikes elétricas, os modelos de bicicletas retrô também voltaram ao gosto dos ciclistas. O modelo da Btwin possui porta-bagagem que suporta até 27 quilos, cesto dianteiro com limite de sete quilos, além de molas antirrotação para melhor desempenho em curvas
Disponível em: www.decathlon.com.br
Preço: R$ 1.599

Emoção sob três rodas

 


A fabricante americana Addmotor desenvolveu modelos de triciclos elétricos recarregáveis que possuem garfo de suspensão, o que permite maior liberdade na hora de conduzir. O modelo 500W3 atinge até 60 quilômetros por hora.
Disponível em: www.addmotor.com
Preço: US$ 2.599

Mobilidade em duas rodas

As bicicletas devem ganhar companhia nas ciclovias. Ainda tímidas, as patinetes elétricas surgem como alternativa para percorrer distâncias curtas, além de contribuírem para um planeta menos poluído. O uso desse modal já foi incorporado nos Estados Unidos, de modo que é comum encontrá-las “estacionadas” em lugares como o Vale do Silício.

Algumas startups já disputam o interesse do público na capital paulista. Mapeamos algumas iniciativas na cidade, em que é possível andar por quatro minutos por apenas R$ 1.

Scoo
Primeira a operar no País, a startup ofereceu o serviço gratuitamente em seu período de testes. Para utilizar, basta o usuário baixar o aplicativo e fazer a leitura do QR Code diretamente na patinete. Disponível na Avenida Paulista, o usuário paga o equivalente a R$ 0,25 por minuto.

Ride
A startup de mobilidade foi fundada por três empreendedores que perceberam que a prática desse modal estava em alta no mercado americano. A iniciativa entrou em operação em 12 de agosto, em formato de testes, e cobra R$ 0,50 por minuto. Num primeiro momento, 50 unidades foram colocadas à disposição, mas o plano é que esse número cresça para 300 até o fim do ano.