67% dos consumidores não pretende gastar 13º salário no Black Friday

A maioria dos entrevistados confessam que desejam consumir no evento de compras, porém, sem comprometer o décimo terceiro salário

Por: - 4 semanas atrás

Shutterstock

Pesquisa realizada pela plataforma Zoom – site app comparador de preços de produtos -, revelou dados otimistas do consumidor em relação ao Black Friday que, em 2018, está marcado para o dia 23 de novembro. O levantamento destacou que 95% dos entrevistados estão com intenção de realizar compras na data de compras. Outros 57% pretendem gastar mais de 1 mil reais.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Por outro lado, os consumidores vão às compras com mais cautela em relação aos anos anteriores. Ainda sofrendo os efeitos da crise econômica, 67% dos entrevistados afirmaram que não pretendem comprometer seu décimo salário com as ofertas, enquanto 58% afirmaram ter guardado uma reserva especialmente para as compras da data comercial.

Para Thiago Flores, CEO da Zoom, a alta porcentagem de participação na data sinaliza que a data se consolidou no cronograma do Brasil. “A Black Friday já está consolidada no mercado brasileiro. Na pesquisa desse ano, assim como nos anteriores, mais de 90% dos respondentes pretendem aproveitar a data. Isso mostra que os varejistas já estão com operações maduras para apresentarem descontos expressivos durante o evento”, destaca.

Compras adiantadas

A data de compras segue a tendência de antecipar possíveis presentes de Natal. 62% dos respondentes avaliaram que pretendem antecipar os presentes de fim de ano com o evento. Ao serem perguntados sobre os fatores determinantes para finalizar uma compra, o preço seguiu como a justificativa mais apontada, com 77% de menções. As categorias de produtos mais desejados são eletrônicos, com 53%, seguida por celulares e smatphones com 50%.

Flores complementa que o fator preço é importante, mas oferecer uma boa experiência ainda é fundamental. “Na hora de escolher em que loja aproveitar a Black Friday, o preço é o fator determinante, mas isso não exclui a importância dos varejistas oferecerem uma boa experiência de compra. Isso se torna um desafio, principalmente, em um momento com uma demanda tão alta. Receber o seu produto no prazo e poder contar com um atendimento personalizado no pós-venda são fatores cada vez mais importantes para os consumidores”, conclui.