Marca de leite lança plataforma de e-commerce e clube de assinaturas

Letti permite que os clientes montem kit para receber produtos semanal ou quinzenalmente. E-commerce de leites atende o estado de São Paulo

Por: - 4 semanas atrás

A Letti, marca de varejo da Fazenda Agrindus, anunciou a criação de um e-commerce que comercializa leite fresco e derivados. Os produtos vão de uma das maiores fazendas produtoras de leite do País para a casa do consumidor.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

“Trata-se de um supermercado virtual de leite e derivados, no qual o consumidor poderá comprar e receber os produtos da marca em casa, em até 24 horas depois de produzidos”, explica Diana Jank. Em conjunto com a irmã, Taís Jank, a publicitária assumiu o desafio de remodelar a companhia. A mudança também é visual, o que inclui um novo logo e novas embalagens.

Na primeira fase do projeto, a nova ferramenta está disponível apenas para clientes do estado de São Paulo e, gradativamente será expandida para outros mercados. “Nós realmente acreditamos no desejo de o cliente voltar a consumir alimentos frescos e com procedência reconhecida”, afirma Diana.

Clube de assinatura

Além da venda tradicional do e-commerce, a Letti também criou uma espécie de clube de assinatura. Os consumidores podem escolher a frequência para receber os produtos – semanal ou quinzenal. Os kits não são pré-definidos, cada cliente pode escolher todos os produtos que deseja receber periodicamente.

A empresa ainda manda um e-mail para todos os associados, caso eles queiram editar o kit antes do envio. Entre os produtos, estão leites tipo A, iogurtes e coalhadas.

Taís Jank explica que o atual momento da Letti é um divisor de águas para a empresa, que agora vai além da porteira da fazenda e abrange investimentos em inovação e tecnologia, a partir da criação de embalagens e novas formas de apresentação dos produtos. “Com isso, podemos oferecer um leite fresco, por exemplo, com validade de 15 dias, o maior prazo do mercado”.

A marca ainda aposta em uma nova embalagem, que é totalmente reciclável (garrafa, rótulo e tampa). O produto está sendo desenvolvido e deve ser lançado ainda neste ano. A ideia é reforçar o conceito de transparência do processo até a embalagem. “Queremos mostrar o produto como ele realmente é”, completa Taís.