Facebook pode ir às compras. E o alvo é uma empresa de cybersegurança

Segundo o noticiário internacional, o Facebook estaria disposto a comprar uma grande empresa de cybersegurança e o negócio pode ser fechado ainda este ano

Por: - 3 semanas atrás

Pixabay

Os recentes escândalos de privacidade do Facebook, o que inclui a recente admissão sobre o vazamento de dados de quase 30 milhões de usuários, levaram a empresa a se movimentar nos bastidores corporativos. De acordo o site The Information, a empresa cogita a possibilidade de adquirir uma “grande empresa de cibersegurança”. Já existem rumores de que a companhia teria feito uma oferta e planeja fechar um negócio até o fim deste ano.

Por enquanto, não há informações sobre a identidade da empresa. De acordo com o site, o Facebook deseja implementar ferramentas de segurança a seus serviços já existentes, com objetivo de proteger contas de usuários, além de sinalizar tentativas de invasão.

Objetivos

A aquisição tem alguns objetivos claros, tanto para ponto de vista do usuário da plataforma quanto para o negócio chamado “Facebook”. Para o usuário, a ideia é diminuir o risco de uma invasão na rede social, o que ajudaria a represar a debandada de usuários – especialmente nos EUA – que a empresa enfrenta hoje.

Há também uma mensagem importante para o mercado e até mesmo para o usuário: o Facebook se preocupa com a segurança com a privacidade e proteção de dados.