Além de dados, Facebook pode ter vazado fotos de 6,8 milhões usuários

A rede social protagoniza mais um episódio de vazamento de informações pessoais. Desta vez, um bug atingiu fotos pessoais de até 6,8 milhões de usuários

Por: - 3 meses atrás

O ano de 2018 definitivamente não foi generoso com o Facebook. No mês de julho, após a descoberta do escândalo que envolve a agência Cambridge Analytica, a empresa de Mark Zuckerberg viu seu valor de mercado cair em 120 bilhões de dólares.

Nesta sexta-feira, 14, a rede social revelou em seu canal de comunicação com desenvolvedores que uma falha na API – interface de programações – deixou as fotos pessoais de até 6,8 milhões de usuários vulneráveis à exposição.

 

Assim como no ocorrido com o leilão de uma garota no Sudão do Sul, onde a rede social demorou 14 dias para apagar o anúncio de sua plataforma, também houve muita demora para a resolução do problema recente. No mesmo comunicado, a empresa revela que o problema com as fotos demorou 12 dias para ser solucionado.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

De acordo com a nota da empresa, até 1,5 mil apps de 876 desenvolvedores podem ter se aproveitado do problema. As imagens que podem ter sido afetadas envolvem as publicadas na linha do tempo, arquivos publicados no Marketplace da plataforma e stories – recurso semelhante ao do Instagram. Contudo, o vazamento foi além: fotos que as pessoas realizaram o upload, mas decidiram não publicar, também podem ter sido alvo do bug.

Para saber se o seu perfil foi afetado pelo bug, a rede social disponibilizou um link com acesso rápido a essa informação. As fotos ficaram suscetíveis à exposição entre os dias 13 e 25 de setembro deste ano, de modo que a empresa pediu desculpas por “mais uma falha” e destacou que deve oferecer ferramentas aos desenvolvedores que possibilitem conferir se usuários foram afetados ou não.