App utiliza mesada eletrônica gamificada para ensinar educação financeira ao público infantil

Tindin incentiva a consciência das finanças com administração de carteira digital. Plataforma interativa aposta em gamificação

Completamente imersos nas novas tendências tecnológicas, crianças e adolescentes concentram parte significativa de seu entretenimento nos dispositivos móveis. A Tindin Educação Financeira criou um aplicativo que funciona como uma espécie de carteira digital com serviços diversos. É possível realizar transações como crédito automático (mesada automática), investimentos (poupança) e pagamentos eletrônicos.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

O objetivo da plataforma é plantar a semente da importância de administrar finanças ao público infantojuvenil ensinando o tema na prática, a partir de mesadas em um canal gamificado.

Vale destacar que os pais e responsáveis conseguem definir o valor máximo da mesada, que será debitada de maneira automática no cartão de crédito. “O modelo estimula a responsabilidade e a meritocracia e demonstra que, guardadas as devidas proporções, o dinheiro não surge magicamente, ele é resultado de trabalho e esforço”, explica Eduardo Schroeder, especialista em gestão empresarial e fundados da EdFintech.

O aplicativo pode ser baixado gratuitamente na Play Store e, conforme o plano escolhido, o cliente pagará uma taxa que varia entre 3,8% e 4,9% do valor da quantia transferida aos usuários finais. A plataforma também possui um formato PREMIUM, que oferece recursos e conteúdos sobre educação financeira com o custo adicional de R$ 7,90 por mês.

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS