Amazon aposta em amostras grátis para aumentar receitas com anúncios

Marcas pagarão para chegar aos clientes de Jeff Bezos por meio da eficiente operação logística e inovadora gestão de dados da gigante varejista

Por: - 3 meses atrás

No terceiro trimestre de 2018, a Amazon faturou mais de US$ 2 bilhões com publicidade, área que vem recebendo atenção especial da empresa. Os displays no marketplace representam a maior parte dos lucros com propaganda da empresa. A estratégia não é exatamente uma novidade, já que é uma das formas mais comuns de fazer dinheiro na internet. Google e Facebook também vendem parte do espaço de seus ambientes para exposição de marcas, mas ainda mantém uma distância confortável na corrida pela liderança de faturamento com publicidade.

Mas a Amazon quer ir além. A gigante varejista está trabalhando em uma nova/velha (depende do ponto de vista) forma de fazer propaganda. A ideia é monetizar as amostras grátis de produtos que a Amazon entrega na casa dos consumidores premium. Como? as marcas poderão procurar a varejista e pagar para que seus produtos sejam testados de graça pelos clientes.

Para oferecer este serviço às marcas, a Amazon tem uma grande vantagem. A empresa de Jeff Bezos chegou ao patamar em que se encontra hoje menos pela venda de seu marketplace e mais pela forma como lida com os dados de seus clientes,  o que lhe rendeu uma eficiente forma de oferecer promoções personalizadas.

Outra grande vantagem que a Amazon pode colocar à mesa é sua operação logística. Contando com uma rede enorme de distribuição nos Estados Unidos, a empresa consegue entregar encomendas em menos de 24 horas. Segundo o portal norte-americano Axios, duas marcas estariam envolvidas em testes da nova solução: Maybelline, de cosméticos, e Folgers, de café.

Uma usuária do Twitter publicou sobre sua surpresa ao receber uma amostra grátis de um dos produtos da Folgers. A entrega aconteceu depois que ela deixou vários itens no carrinho virtual, sem concluir a compra.

Aman@amanfbaby

Amazon sent me a random coffee sample! Is it because I have like 15 diff types of coffee in my cart 😂😂😂

Veja outros Tweets de Aman

“A Amazon me enviou uma amostra grátis de café! Seria porque eu separei 15 tipos diferentes de café no meu carrinho(?)”.

Procurada pelo Axios, a Amazon não quis comentar o assunto. Porém, algumas evidências, como o anúncio de uma vaga para desenvolvedor de software para o programa, deixam claro o esforço da empresa em direção à nova forma de gerar receita.

No anúncio, a companhia de Seattle diz que “amostras grátis de novos produtos são enviadas para os consumidores usando machine learning, o que garante uma probabilidade maior de conversão em comparação aos displays”. Em outro anúncio para um cargo na empresa, a Amazon diz que o programa se trata de um “produto de publicidade que usa dados de clientes da Amazon para permitir que marcas coloquem seus produtos nas mãos dos consumidores certos” e que o fato de os consumidores conhecerem os produtos garantem conversão em vendas.