As apostas do maior festival de criatividade para 2019

Michael Conrad, presidente da Berlin School of Creative Leadership, é o novo colunista da Consumidor Moderno e compartilha reflexões sobre o Cannes Lions 2019

Por: - 8 meses atrás

Foto: Unsplash

Recentemente, o Festival Internacional de Criatividade Cannes Lions anunciou qual será o foco para a edição de 2019. O evento, que é uma das mais vibrantes arenas criativas globais, abordará temas como o valor da criatividade e storytelling, ética, confiança e diversidade. Nos mais diferentes palcos e nos momentos de networking, é possível conhecer as mentes por trás das grandes ideias: o pano de fundo ideal para se inspirar e aplicar insights nas estratégias de negócio e marcas.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Quando criamos o programa Cannes Creative Leaders em 2010, o grande sonho era transformar esse ambiente único em uma experiência de aprendizado expandida, unindo estratégia e liderança criativa à programação do festival. Esse objetivo foi alcançado e o programa evolui a cada ano. É muito positivo acompanhar, também, as transformações do Cannes Lions que, há mais de seis décadas, é o ponto de encontro de gerações de experts da Comunicação e do Marketing.      

Compartilho, a seguir, algumas das minhas reflexões sobre os temas selecionados:

O valor da criatividade

Com os avanços tecnológicos, especialmente em “Big Data”, fala-se muito sobre “Grandes Ideias”, que impulsionam negócios e transformam indústrias, e é natural que o valor de uma ideia criativa tenha se tornado algo nebuloso e de difícil mensuração. Para mim, a tecnologia apenas torna as ideias mais “testáveis”. Não tenho dúvidas de que o diálogo com consumidores é irreversível e positivo, assim como o poder do feedback e do olhar atento para entender quais são as paixões dos consumidores que os conectam com as marcas.

Produtos e canais evoluirão e se multiplicarão, mas ideias grandes e robustas serão sempre essenciais na construção de marcas. Ideias podem florescer a partir de dados, ou os dados produzidos podem sustentar ideias que surgem de nossa experiência profissional e intuição. Em vez de sufocar a criatividade, eu acredito que a tecnologia a amplia e gera inovação. Esse é o único modo de continuar evoluindo.

Praticando a diversidade

A promoção da inclusão e da diversidade é mais um grande tema do festival, que reconhece a necessidade de mais iniciativas neste campo. O melhor caminho para a liderança criativa é criar equipes com a maior diversidade possível; isso inclui tanto as pessoas que lhe influenciam quanto as que você empodera. Uma equipe com diversidade terá ideias e soluções que irão dialogar com uma parcela maior da sociedade.

Conectando os pontos em Cannes

Vejo a programação do Cannes Lions 2019 como o reflexo de uma geração de criativos e marcas que desejam criar conexões genuínas com suas audiências, que ouvem suas demandas em vez de ditá-las e que geram experiências que melhoram o mundo onde vivemos. Estou ansioso para acompanhar tantos insights sendo colocados em prática. Até lá!

*Michael Conrad é presidente da Berlin School of Creative Leadership