Inteligência de dados traz eficiência na gestão hospitalar

Empresa brasileira de business intelligence oferece soluções eficientes para gestão hospitalar. Crescimento médio anual da companhia é de 110% desde 2016

Por: - 3 meses atrás

Com proposta de obter informações concretas por meio de um grande volume de dados gerados na rotina hospitalar, a weKnow BI – primeira ferramenta brasileira de business inteligence voltada ao segmento da saúde – desenvolveu um software que se alimenta de informações geradas por ERPs geralmente utilizados no setor, como Philips Tasy, Pixeon e Senior.

A companhia apresenta 3.500 indicadores de desempenho que permitem realizar significativa redução de custos e, consequentemente, melhorias de desempenho no setor. Lançada há três anos, a empresa possui portfólio com 87 nomes do setor, sendo 73 hospitais, espalhados pelas cinco regiões do país.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

A engrenagem do software se alimenta de todas os dados gerados por ERPs e, a partir daí, utiliza as informações de hospitais, clínicas, operadoras de saúde, laboratórios e órgãos públicos da área para desenvolver indicadores de desempenho, insights e comparativos que podem ajudar na tomada de decisão e desenho de novas estratégias. “O diferencial do weKnow BI é que nós temos cerca de 3.500 indicadores pré-configurados, que facilitam a utilização do produto”, destaca Marcio Biff, diretor de produtos da empresa.

O executivo complementa que cada uma das métricas podem contribuir com benefícios que se distribuem em quatro categorias. A primeira é o aumento da receita. Redução de custos, auxílio no controlo de processos gerenciais e acreditação vêm na sequência da lista.

“Quando um cliente nos contrata, nós mostramos todos os indicadores possíveis e eles selecionam os que são mais interessantes para visualizarem as métricas e terem o panorama necessário para uma avaliação minuciosa e que propicia uma tomada de decisão mais precisa. Além disso, é possível configurar outros tipos de leituras para atender a necessidades específicas, o que acontece com 99% dos usuários da ferramenta”, explica Marcio.

A empresa apresenta crescimento médio anual de 110% desde 2016, de modo que as ambições da companhia são grandes. A expectativa da organização é se tornar um dos principais players no mercado de BI para saúde até 2022.