Com crescimento de 41% no último tri, Alibaba quebra recordes na China

A varejistas aposta nos seus diversos negócios para sustentar o crescimento mesmo diante do arrefecimento da economia chinesa

A empresa chinesa Alibaba Group, dona do Ali Express e de tantos outros e-commerces, bateu recorde de crescimento no último trimestre de 2018, segundo os dados divulgados na última quarta-feira (06). A receita do período foi de 17,5 bilhões de dólares, o equivalente a 117,28 bilhões de yuans, melhor resultado trimestral da história da empresa, que representou aumento de 41% ano contra ano.

É a primeira vez que a receita trimestral de uma empresa chinesa de internet ultrapassa a marca de 100 bilhões de yuans. As ações da Alibaba subiram 6,34% no dia da divulgação dos resultados, batendo 166,82 dólares no pregão de Nova York.

China desacelera

O CEO do Alibaba Group, Daniel Zhang, disse em uma teleconferência que a varejista vê oportunidades apesar de algumas incertezas na economia. A China cresceu 6,6% em 2018, desempenho considerado moderado pelo mercado internacional.

Segundo analistas, o resultado, que superou as expectativas, está relacionado aos negócios diversificados do Grupo, que vão de computação em nuvem (cloud) até o e-commerce. O braço de  cloud avançou 84% na comparação anual, o que colocou a empresa como dona da metade desse mercado na China.

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS