Quanto custa a passagem “ida e volta” para Marte?

Elon Musk não entende apenas de carro elétrico. Ele possui uma empresa de transporte aeroespacial. Por conta disso, no último final de semana, ele foi questionado sobre um valor da passagem até Marte

Crédito: Unsplash

A viagem de turismo no espaço ainda é um sonho distante para quase todos os terráqueos, inclusive os milionários. Mas isso não é um sonho impossível. Com o perdão do trocadilho, ir “até o infinito e além” será um nicho de turismo, inclusive com alguns bilionários investindo nessa área. Richard Branson, fundador do grupo Virgin, já organiza viagens ao espaço apenas bilionários por meio da sua Virgin Galactic. Elon Musk e a sua SpaceX – uma empresa aeroespacial – é outro que está de olho nesse mercado. Aliás, no último final de semana, o também dono da Tesla foi perguntado justamente sobre o custo de uma viagem espacial e ele não fugiu da resposta.

A pergunta foi feita no último domingo no Twitter. “Quais são os custos estimados de passagens da Lua até Marte considerando a reusabilidade do seu foguete?”. Musk, então, respondeu:

“Depende muito do volume de clientes, mas tenho certeza de que se mudar para Marte (a passagem de volta é gratuita) custará menos de US$ 500 mil ou talvez até menos de US$ 100 mil. Valor baixo o suficiente para que a maioria das pessoas em economias avançadas possam vender suas casas na Terra e se mudar para Marte se quiserem”.

Reprodução/ Twitter

Nasa x SpaceX

A confiança de Musk sobre o futuro do turismo espacial passa pelo sucesso do foguete desenvolvido pela SpaceX: o Falcon Heavy. Hoje, o lançamento de um foguete pelo método Nasa tem um custo médio de US$ 1,5 bilhão. Musk afirma que o custo de lançamento do seu foguete seria de U$90 milhões – ou seja, menos de 10% do custo Nasa.

Mas qual o segredo desse custo? A diferença é a tecnologia do seu foguete. Ele possui uma tecnologia que permite o a decolagem e o retorno ao local de lançamento do foguete. Ou seja, o mesmo foguete que sobe ao espaço, pode retornar, o que permitiria utilizá-lo em outras viagens. Veja vídeo:

Falha

Mas  nem tudo são flores para esse novo foguete. Em dezembro do ano passado, o foguete apresentou problemas, não retornou ao seu ponto de origem e acabou realizando um pouso de emergência no mar. Foi uma falha após 26 testes bem sucedidos.

Veja o vídeo do pouso de emergência:

 

 






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS