Aeroportos de Manaus, Viracopos e Brasília são eleitos os melhores do país

Levantamento contou com três categorias e também reuniu avaliações sobre companhias aéreas. Saiba mais sobre os vencedores

Por: - 1 mês atrás

A Pesquisa de Satisfação do Passageiro, realizada em 2018, elegeu os aeroportos de Manaus, Viracopos e Brasília como os melhores terminais do País. As unidades foram avaliadas em três categorias: até 5 milhões de passageiros, de 5 e 15 milhões e acima de 15 milhões. A cerimônia de entrega ocorreu nesta terça, 13, na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

No recorte entre os terminais que recebem até 5 milhões de passageiros por ano, o equipamento de Manaus foi premiado com o troféu de Controle Aduaneiro + Eficiente e de Controle Migratório + Eficiente. Já na categoria entre os que recebem 5 e 15 milhões, além do prêmio de melhor aeroporto, Viracopos recebeu o troféu o troféu de Raio-X + Eficiente e de Controle Migratório + Eficiente.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Do lado das companhias aéreas, a Azul Linhas Aéreas foi a grande vencedora desta edição, com prêmios nas categorias Check-in + Eficiente e Restituição de Bagagem + Eficiente.

Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, a premiação tem reconhecido a importância e a qualidade dos serviços oferecidos pelos aeroportos brasileiros. “Queremos estimular os operadores aeroportuários a prestar o melhor serviço, além de oferecer transparência na situação dos terminais do país”, destacou o ministro.

A iniciativa do prêmio anual e a premiação são feitas com base na consolidação das quatro rodadas trimestrais da pesquisa, utilizando as entrevistas realizadas pela Praxian – Business & Marketing, que tem nível de confiança de 95% e margem de erro de 5%. A definição dos vencedores foi definida pelos passageiros de voos domésticos e internacionais, de modo que mais de 81 mil entrevistas foram realizadas.

Os indicadores das companhias aéreas apresentaram aumento de 2,2% e os órgãos públicos de 0,6% em relação ao ano anterior. Os dados referentes à infraestrutura portuária se manteve estável, com nota 4,29.