Chatbots devem reduzir custos operacionais em bancos em US$ 7,3 bilhões até 2023

Consolidação de ferramentas de Inteligência Artificial no setor bancário devem apresentar robusta redução de custos. Área de seguros também será impactada

Por: - 8 meses atrás

Levantamento realizado pela Juniper Reseach revelou que o desempenho de chatbots cada vez mais eficientes deve resultar em significativa economia nos custos operacionais do setor bancário. Globalmente, a cifra que deve ser economizada pode chegar a US$ 7,3 bilhões. Na prática, isso representa 862 milhões de horas até 2023.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

A pesquisa “AI em Fintech: Roboadvisors, Lending, Insurtech & Regtech 2019-2023” destaca que a eficiência dos robôs para serviços financeiros deve – além de gerar economia nos custos -, também deve resolver demandas de consumidores de forma cada vez mais automatizada.

Conforme o NLP (Natural Language Processing) avança e a especialização de domínio é adicionada às plataformas de inteligência artificial, os bots têm apresentado entrega de serviços contínua que deve impulsionar a adoção da ferramenta de forma definitiva em empresas do setor. Para se ter uma ideia, a estimativa é que ocorra um crescimento de quase 3.150% em interações bem sucedidas no segmento entre 2019 e 2023.

Perspectivas para sinistros de seguros

O levantamento também mapeou o impacto da inteligência artificial na gestão de sinistros, de modo que a redução de custos deve atingir quase US$ 1,3 bilhão até 2023 re relação a apólices de seguro auto, vida, prosperidade e seguro de saúde.

Neste contexto, os chatbos devem automatizar a coleta de dados pós-acidente, usando IA para a análise de detalhes e imagens fornecidos com o uso de visão computacional. De quebra, essas práticas devem economizar recursos de seguradoras e reduzir o tempo para reclamar de liquidação, o que resulta em melhor desempenho na fidelidade de consumidores.

Com informações do Tiinside.