Consumidores brasileiros preferem empresas com propósitos alinhados aos seus valores

Pesquisa da Accenture apontou que ética e autenticidade ganham peso e contribuem para criação de conexões com o público final e influenciam no ato da compra

Por: - 5 meses atrás

Uma pesquisa da Accenture com 30 mil consumidores de todo o mundo apontou que 83% dos entrevistados brasileiros preferem comprar produtos de empresas que tenham propósitos alinhados aos seus valores. O levantamento mostrou que ética e autenticidade são fatores relevantes e contribuem para a criação de conexões entre as marcas e o público final.

O estudo concluiu que as companhias que se posicionam em relação a causas que vão além de seus produtos têm mais chances de atrair consumidores e influenciar decisões de compra, o que aumenta a competitividade, segundo Mauro Rubin, líder da agência para a indústria de Produtos.

“O propósito vai muito além de as empresas simplesmente se posicionarem em relação ao assunto do dia. Ter um propósito é ter um compromisso genuíno e significativo em relação a princípios com os quais os consumidores se importam – como saúde e bem-estar, uso de ingredientes naturais, sustentabilidade ambiental e família – e que sustentam cada decisão de negócios”, afirma.

Propósito influencia na hora da compra

Ao todo, 79% dos consumidores brasileiros querem que as empresas se posicionem em relação a assuntos importantes, envolvendo áreas como sociedade, cultura, meio ambiente e política.

Além disso, empresas comprometidas com uso de ingredientes de qualidade, o bem-estar dos funcionários e que investem na redução do uso do plástico conquistam a maioria dos consumidores.

Autenticidade e confiança impulsionam crescimento

Hoje, 77% dos consumidores brasileiros afirmam que suas decisões de compra são impulsionadas por valores éticos e autenticidade das empresas. Outro ponto importante é o fato de 87% desejarem maior transparência sobre a origem dos produtos, condições de trabalho seguras e uma posição clara em relação a questões como testes em animais.

Consumidores mudam trajetória de empresas

Ainda de acordo com a pesquisa, 79% dos consumidores brasileiros acreditam que ações individuais de protesto, como boicote a empresas ou desabafos nas redes sociais podem influenciar o comportamento das empresas. Já 34% dos entrevistados já se decepcionaram com a forma de agir de uma empresa e sentiram que a empresa traiu suas crenças.

Confira a edição online da Revista Consumidor Moderno!

O estudo também mostra ações para empresas que buscam conexões mais fortes com seus consumidores:

Definir os valores defendidos pelo seu negócio

É importante que as empresas se posicionem e mostrem claramente o papel que querem ter na vida de seus clientes.

Ser claro e autêntico

Os consumidores não toleram falta de autenticidade. Se o comprometimento da empresa com uma certa causa for sincero, seus princípios irão conduzir cada decisão de negócios.

Engajar os consumidores em um nível mais profundo

Com os consumidores se alinhando ativamente a organizações, as empresas podem capitalizar essa energia envolvendo os clientes na cocriação de novos produtos e serviços. Incluir os consumidores em seus ideais de inovação irá ajudar as empresas a se manterem relevantes, identificar novas oportunidades de crescimento e mercados e entregar o que foi prometido.