Confiança na marca é prioridade para gestores de marketing, segundo estudo

Pesquisa da iProspect mostra estratégias das empresas em um ambiente de negócios digital, hipersensível e com baixa confiança e atenção do consumidor

Por: - 4 meses atrás

Um levantamento da agência iProspect mostra que a confiança na marca é prioridade para os gestores de marketing. O estudo entrevistou 300 clientes ao redor do mundo e 88% deles afirmaram que, em um ambiente com baixa confiança do consumidor, construir uma boa imagem da empresa é fundamental.

O relatório também inclui entrevistas exclusivas com líderes globais de empresas como The New York Times, IBM, Microsoft, Hilton, The Economist, Rachel Zoe, Inc. e AccorHotels. Para o diretor geral da iProspect, Bruno Mosconi, a confiança é a principal questão na relação entre marcas e consumidores nos dias atuais.

“À medida que a tecnologia borra mais a linha entre troca de informações e de bens/serviços, a confiança do consumidor se torna ainda mais primordial. Confiança já não é mais apenas uma questão, mas sim a questão”, conta.

Confira a edição online da Revista Consumidor Moderno!

Credibilidade

Em um período marcado pelas fake news e vazamento de dados pessoais, Mosconi ressalta as expectativas dos consumidores. “Neste novo contexto, os consumidores esperam mais responsabilidade, transparência e prestação de contas antes de dar sua confiança. As marcas precisarão redobrar seus esforços para aparecem como opções confiáveis”, afirma o diretor geral da iProspect.

Relevância

A busca da relevância está relacionada ao uso correto de dados para o desenvolvimento de experiências, a integração de recursos digitais e o investimento na utilização de assistentes digitais acionados por voz.

“Embora os profissionais de marketing possam acessar mais dados do consumidor do que nunca, eles precisarão avaliar cuidadosamente cada um para se concentrar naqueles que podem realmente ajudar a melhorar a experiência do consumidor, online e offline”, explica Mosconi.

Confiabilidade

Já a confiabilidade se refere à interação do consumidor com as marcas e os impactos nas vendas. Cerca de 58% dos gestores de marketing consideram que construir uma experiência da marca pode alavancar o crescimento dos negócios.

De acordo com o estudo, os feeds sobre produtos e serviços devem manter o padrão de informação e conter todos os pontos de contato.

“Na era conveniência, os profissionais de marketing precisarão equilibrar corretamente seus esforços entre construir suas marcas e projetar soluções altamente convenientes. Eles terão que remover o atrito em qualquer lugar onde os consumidores se envolvam com a marca: website, escritórios, mídias e plataformas de vendas”, conclui Mosconi.