Conheça “onono”: centro de experiências científicas e digitais da Basf

Com proposta visual parecida com ambientes de coworking, novo núcleo da empresa conta com centros de experimentação e testagem de produtos. Entenda

Com proposta de abrir novas pontes para co-criação e desenvolver novas tecnologias no País, a Basf inaugurou ontem, 28, sua primeira estrutura com esta finalidade no Brasil. Batizado de onono, o núcleo de experiências científicas e tecnológicas vai funcionar no nono andar do edifício que sedia a empresa, em São Paulo. O foco principal do espaço é estreitar laços com clientes, fornecedores, universidades e colaboradores.

Confira a edição online da Revista Consumidor Moderno! 

“Nós criamos química para inovar, para oferecer um futuro sustentável. Acreditamos que é possível alinhar o propósito de lucro e oferecer soluções importantes de sustentabilidade. A Basf escolheu o Brasil para esse projeto por acreditar que se trata de um país pronto para inovações cada vez mais aceleradas”, disse Manfredo Rübens, presidente da BASF para a América do Sul durante o lançamento.

Inovação e novas possibilidades

Uma das principais novidades do centro é poder elaborar soluções personalizadas ao mercado com laboratórios de aplicação de produtos de home care e limpeza e, também, o de personal care. A medida vai permitir realizar testes de performance com cientistas e outros profissionais da empresa.  Um exemplo desse novo momento de experimentação é o laboratório sensorial climatizado, onde será possível aplicar testes instrumentais para diferentes tipos de pele e cabelos em um ambiente controlado. O primeiro equipamento do Brasil específico para avaliação de volume e frizz também integra esse ambiente.

O espaço onono também conta com um salão de testes para profissionais, de modo que os laboratórios estão conectados com centros de inovações da BASF em todo o mundo, o que permite trocar experiências sobre pautas específicas em tempo real. “Queremos crescer e liderar mundialmente a indústria química, com rentabilidade, criando valor para nossos clientes, sociedade e meio ambiente”, acrescenta Manfredo.

Agrostart

Vale destacar que embora o ambiente onono seja uma novidade, essa não é a primeira ação da empresa para estreitar distâncias com startups. O Agrostart é um programa de aceleração de startups que teve início em 2016 e atualmente conta com mais de dez projetos em fase de aceleração. Em sua maioria, as startups atuam com propósito de otimizar processos presentes na vida do produtos rural e causar impacto positivo em produtividade. Entre as parceiras da iniciativa está a alemã Bosch.

Ainda no segmento de soluções digitais, a Basf desenvolve a Xarvio, que funciona como uma ferramenta eficiente na melhoria de processos de cultivo e monitoramento de doenças, pragas, insetos, plantas daninhas, entre outros entraves presentes na vida do produtor rural.






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS