PAN lança recurso de biometria facial para assinatura de contrato

Tecnologia pioneira no ramo da empresa, selfie do cliente passa a valer como assinatura em contrato de empréstimo consignado

Por: - 3 meses atrás

99 Crédito: Shutterstock

O Banco PAN lançou o recurso de biometria facial para assinatura de contrato pelo cliente. A tecnologia, usada pela primeira vez no ramo de crédito, usa uma selfie do consumidor para validar contratos de empréstimo consignado.

Segundo a empresa, a modernização no atendimento integra a estratégia do PAN em se tornar 100% digital. Nos próximos dois anos, o aporte financeiro destinado à tecnologia chegará a R$ 150 milhões.

De acordo com Artur Azevedo, superintendente executivo de produtos e CRM da organização, a iniciativa de modernizar o serviço surgiu há três anos a partir de análises do perfil do consumidor.

“As primeiras análises apontaram para o reconhecimento de voz ou de digitais, mas levando em consideração a acessibilidade do recurso, definimos que a biometria facial era a mais adequada para nossos clientes”, afirma.

Através da biometria facial, o banco PAN pretende reduzir custos, segundo o executivo.

“O modelo tradicional de formalização está atrelado a custos de logística, impressão, análise e digitalização de papel. Por meio dessa novidade, estamos ganhando em eficiência e otimização de recursos”, diz.

A implementação do recurso tecnológico aconteceu por etapas e já está disponível nas 60 lojas do grupo.

Adequação ao cliente

Aposentados e pensionistas são os principais públicos de crédito consignado oferecido pelo PAN. Para adequar a tecnologia ao cliente atendido, Artur Azevedo conta que 14 protótipos foram testados até a plena realização do processo sem auxílio ou dificuldades.

“Envolvemos uma base de clientes aposentados nos testes dos protótipos. Com isso, conseguimos garantir a simplicidade e transparência no processo de contratação de crédito e assegurar que este perfil de consumidor não necessitaria de auxílio para realizar a formalização digital”, explica.

Expectativa

No segundo semestre desse ano, a novidade chegará ao crédito para financiamento de veículos com processos de contratação de crédito e abertura de conta por biometria facial.

LEIA MAIS: CONFIRA A EDIÇÃO ONLINE DA REVISTA CONSUMIR MODERNO