Google Assistente: Quanto custa ter uma casa conectada?

Empresa mostrou as novidades do dispositivo em uma casa smart montada em SP

Por: - 3 meses atrás

Google Assistente: Quanto custa ter uma casa conectada?

Já imaginou morar em uma casa inteira conectada e que responde a comandos de voz? Na era em que a busca por mais eficiência virou tendência, o Google incrementou o Google Assistente e integrou todos os seus devices através de um único comando. O já famoso “Ok Google”, que existia em aparelhos com sistema Android e IOS desde 2017, agora é capaz de ligar televisores, fazer café, acender luzes e abrir cortinas falando em português.

LEIA MAIS: Google e Facebook terão que pagar por conteúdo publicado em suas plataformas

Agora, com as novas atualizações, é possível configurar o assistente para que ele torne o ambiente apropriado para assistir a um filme, por exemplo. Com apenas um comando de voz, cortinas se fecham, luzes se apagam e a televisão passa a exibir a programação escolhida. O mesmo pode ser feito na hora de meditar. O ambiente ganha luzes coloridas e música ambiente com apenas uma frase pré-programada.

Google Assistente: Quanto custa ter uma casa conectada?

Na cozinha, o usuário consegue controlar a lista de compras, saber os compromissos do dia, passar um café, colocar um timer e até assistir a uma receita na TV. Tudo isso porque a partir de agora mais de 30 dispositivos de cerca de 10 marcas (veja lista completa abaixo) já estão integrados com o assistente virtual da Google.

As caixas da JBL se juntam a aparelhos como TVs Android da Sony e TCL, como a Hue, o Roomba 890, aspirador-robô da iRobot, a lâmpada inteligente da Phillips e a câmera da D-Link DCL-800LH. Todos trazem em comum o fato de poderem se conectar a Internet e ter o Google Assistente como elemento de integração.

Google Assistente: Quanto custa ter uma casa conectada?

No Assistente este reconhecimento de voz é feito a partir de machine learning. Por conta disso, a experiência vai ficando cada vez mais inteligente com o passar do tempo. O device, além de aprender os hábitos do usuário e dar respostas cada vez mais humanas e pessoais, também consegue prever os gostos e as necessidades de cada um. Fora que ter um desses em casa é também garantir a economia, já que ele ajuda na gestão do consumo de água e luz.

Google Assistente: Quanto custa ter uma casa conectada?

E quando falamos em carros, o assistente também garante praticidade e segurança para o usuário. Sem precisar tirar a mão do volante é possível mandar mensagens, fazer ligações e pedir indicações de lugares para ir. Integrado com o maps, o dispositivo inicia o caminho assim que é dado o comando. No momento, os modelos Equinox da GM e Compass da Jeep já estão habilitados com a função.

Google Assistente: Quanto custa ter uma casa conectada?

Mundo conectado

Segundo levantamento do IBGE divulgado em dezembro de 2018, 69,8% dos brasileiros têm acesso a internet. E quando se fala em smartphones, eles se mantêm na linha de frente da conectividade: 97% dos usuários usam o telefone celular para navegar na web. Já o Google estima que, por conta deste cenário, até 2021 cerca de 327 milhões de famílias ao redor do mundo tenham ao menos um aparelho conectado. O Brasil tem enorme relevância quando se fala em Google Assistente: ele é o terceiro país que mais usa o dispositivo no planeta.

Google Assistente

LEIA MAIS: CONFIRA A EDIÇÃO ONLINE DA REVISTA CONSUMIR MODERNO