Pão de Açúcar vai oferecer compartilhamento de guarda-chuvas em suas lojas

Rede quer ajudar consumidores em imprevistos. Serviço é gratuito durante as primeiras 24h de utilização

Crédito: Reprodução

O Pão de Açúcar fechou parceria com uma startup brasileira de compartilhamento de guarda-chuvas, a Rentbrella. O serviço já está disponível em duas lojas da rede na Zona Sul da cidade de São Paulo e deve chegar a outras unidades nos próximos meses, segundo a empresa.

Como funciona

Para usar o serviço, basta baixar o aplicativo da Rentbella e cadastrar os dados de pagamento. Depois, é preciso fazer a leitura do QR Code da estação de uma das lojas participantes e a máquina libera um guarda-chuva. O aluguel é grátis nas primeiras 24 horas e a devolução pode ser feita em qualquer uma das estações indicadas pelo aplicativo.

A partir do segundo dia de utilização, o cliente paga R$ 2 a diária. Após o terceiro dia de uso, é cobrado o aluguel de R$ 34 diretamente no cartão cadastrado e o cliente não precisa mais devolver o guarda-chuva.

Estação instalada em uma das lojas do Pão de Açúcar / Crédito: Divulgação

“O Pão de Açúcar tem como uma das suas principais vertentes a inovação e busca sempre aprimorar a experiência dos seus clientes por meio de iniciativas que facilitem a sua jornada de compra. Acreditamos que a parceria com a Rentbrella traz um serviço diferenciado para aquele momento de imprevisto”, afirma Illan Israel, Head de Inovação do Pão de Açúcar. A empresa é a primeira varejista a disponibilizar este serviço.

Além da facilidade oferecida para o cliente, a parceria também pode ser uma fonte de renda compartilhada para o Pão de Açúcar e para a Rentbrella. Isso porque será possível, em breve, comercializar espaços de mídia nas estações instaladas nas lojas e também nos próprios guarda-chuvas.






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS