Empresa disponibiliza serviço de aluguel mensal de patinetes elétricos

A americana Bird, que planeja expansão para o Brasil, oferece locações de seu modal de transporte por 24,95 dólares

Por: - 6 meses atrás

Empresa disponibiliza serviço de aluguel mensal de patinetes elétricos

Os patinetes elétricos vieram de fato para ficar. Tanto é que a empresa americana Bird decidiu dar um passo a frente em relação a concorrência para oferecer alugueis mensais do modal de transporte.

O serviço, que por enquanto está em fase de testes apenas em São Francisco, nos Estados Unidos, vai cobrar 24,95 dólares mensais – o equivalente a 98 reais. A empresa ainda planeja oferecer a locação fixa em Barcelona, na Espanha.

VOCÊ VIU?
 Yellow expande área de atuação de bicicletas e patinetes elétricos em São Paulo
Após onda de bikes e patinetes, SP tem scooters elétricas compartilhadas

Quem optar pelo uso do patinete por 30 dias pode fazer a solicitação diretamente pelo aplicativo e receber o modal em casa. A Bird também garante que o cancelamento pode ser feito a qualquer momento.

Atualmente a empresa atua em mais de cem cidades nos Estados Unidos e na Europa e anunciou em novembro os planos de estrear no Brasil. No exterior, ela cobra US$ 1 (R$ 3,96) pelo aluguel pontual e US$ 0,30 por minuto de uso. Em sua última rodada de financiamento, obteve aporte de 300 milhões de dólares e valor de mercado de 2 bilhões.

Os patinetes vieram pra ficar  

Em menos de 1 ano desde que foram implantados no Brasil, os patinetes elétricos já estão disponíveis em 13 cidades brasileiras – 10 delas, capitais. Por enquanto apenas a região Norte do país não conta ainda com o serviço.

O sucesso é tanto que o Ifood já está testando o modal em seus serviços de delivery. A empresa, que foi avaliada em 1 bilhão de dólares em novembro de 2018, colocou 150 entregadores para utilizarem o serviço.

Além do app: como o Waze pretende impactar a mobilidade em 2019

Empresa disponibiliza serviço de aluguel mensal de patinetes elétricos

LEIA MAIS: CONFIRA A EDIÇÃO ONLINE DA REVISTA CONSUMIR MODERNO