Iniciativa da Skol fomenta projetos criativos em comunidades de SP

O Roda do Corre busca incentivar a produção cultural de eventos e ações nas comunidades da zona sul de São Paulo. Saiba mais sobre o projeto

Por: - 4 dias atrás

Iniciativa da Skol fomenta projetos criativos em comunidades de SP

Com objetivo de apoiar a fértil cena de produção de eventos e ações culturais que ocorrem em periferias de São Paulo, a Skol criou o Roda do Corre. A marca realizou um mapeamento de agentes culturais que já possuem forte atuação em suas comunidades e apostou na valorização de iniciativas que promovem cultura e lazer. O projeto vai de encontro aos anseios do pós-consumidor, uma persona que está cada vez mais atenta às causas que as marcas têm defendido.

LEIA MAIS: 8 motivos para não perder o Whow! Festival de inovação

Para realizar o projeto, a marca contou com apoio dos coletivos Visionátixs da Quebrada e Favela Business na busca por outras iniciativas que unem criatividade e diversidade. Após esse primeiro passo, a cerveja estruturou o projeto junto o Projeto PIM (Periferia Inventando Moda) de Paraisópolis, a Produtora Bem Bolado de Heliópolis e a Gleba do Pêssego do Grajáu. Formou-se, então, o Bonde do Corre, que realiza encontros para estimular a produção cultural local desde o mês de janeiro.

“A Roda do Corre é um projeto de comunidade. Em todos sentidos. Uma relação legítima entre pessoas, seu território e uma marca querida por eles. Nossa intenção é estar junto com estes criadores e dar ferramentas para fomentar o cenário cultural nesses lugares”, destaca Maria Fernanda de Albuquerque, diretora de marketing de SKOL.

Na moda

Uma das ações que nasceu após a troca de experiências nos encontros foi a collab de moda Profissionais da Diversão, que tem o objetivo de homenagear aqueles que estão por trás do “rolê”, ou seja, seguranças, faxineiras e profissionais de bar. As peças produzidas serão comercializadas pelo projeto PIM, de modo que toda a verba será revertida para o próprio coletivo.

A Roda do Corre é um projeto piloto e SKOL pretende levar o formato para outras cidades no Brasil. Em São Paulo, os jovens usaram uma conta no Instagram @RodadoCorre, para mostrar todo o processo criativo.

CONFIRA A EDIÇÃO ONLINE DA REVISTA CONSUMIR MODERNO