Diretora da Anatel fala sobre a proposta de autorregulação do setor de telecom

Superintendente de clientes da Anatel falou sobre a promessa de apresentação de um código de conduta ou autorregulação das das empresas de telecomunicações

Por: - 2 dias atrás

Crédito: Shutterstock

No dia 25 de abril, representantes das principais operadoras de telecomunicações do País entregaram uma carta na qual se comprometem a criar mecanismos para reduzir a quantidade de ligações consideradas abusivas – e, normalmente, usadas para oferecer desde serviços ou mesmo entrar em contato com o consumidor em horário indesejado. A iniciativa é vista como um dos primeiros gestos para a autorregulamentação do setor.

Elisa Leonel, superintendente das relações com os consumidores da Anatel, falou sobre o assunto durante o Simpósio Brasileiro de Defesa do Consumidor, uma iniciativa A Era do Diálogo.

Elisa Leonel, da Anatel. Crédito: Douglas Lucena/ Grupo Padrão

Pioneirismo

Em entrevista a Consumidor Modenro, Elisa falou do pioneirismo da iniciativa do setor de Telecom na direção da autorregulação. “Nós temos uma boa expectativa. O prazo que elas propuseram é que em seis meses o código já esteja implementado nas empresass. É a primeira vez que o setor se compromete a resolver uma questão que impacta diretamente a sociedade de uma maneira autorregulada. A Anatel aposta nessa iniciativa”.

Ainda de acordo com a executiva da Anatel, as empresas se comprometeram com seis princípios, dentre eles o direito de bloqueio de ligações e a não ligação da empresas em horários indevidos. Veja a entrevista concedido a CM.