Liderança criativa e, acima de tudo, ética

Em artigo, Michael Conrad explica como a criatividade e a ética caminham juntas na construção de novas lideranças. Entenda

Por: - 3 meses atrás

Liderança criativa e, acima de tudo, ética Shutterstock

Precisamos debater mais sobre a responsabilidade de líderes (corporativos, governamentais, comunitários) em liderar uma sociedade mais ética. Ainda mais em tempos de hiperconectividade, pós-verdade e questionamento das relações de confiança e poder.

A criatividade tem o potencial de liderar a inovação, romper o status quo e determinar novos padrões. Cada líder tem seu jeito próprio de inspirar, educar e surpreender. Porém, o que nunca deve vir como surpresa é sua ética. Mas quais são os desafios éticos que os líderes enfrentam hoje, e quais valores deveriam ser compartilhados perante esses desafios?

O Impacto Ético do Trabalho Criativo

Mais do que qualquer conjunto de regras, a criatividade tem o poder de conectar emocionalmente e desencadear novos comportamentos e ações. Tendo isso em mente, reconhecemos que o impacto de ideias criativas não deve ser considerado como algo operando dentro de determinado período, mas abordado com uma visão em longo prazo, considerando gerações futuras, sustentabilidade, globalização e desenvolvimento científico.

Diversidade e Inclusão

Se o trabalho criativo ético tem a missão de servir a um propósito humano global, então chamar a atenção para diversidade e inclusão é crucial; tanto da perspectiva interna organizacional quanto da sociedade como um todo: não há dúvida de que, se um negócio criativo deseja servir a este tipo de propósito, então a representatividade é um ponto-chave do discurso, e vem por meio do empoderamento de vozes mais diversas e heterogêneas em suas equipes e papéis de liderança.

Assumindo responsabilidades

Com o papel da criatividade se tornando cada vez mais relevante em cenários cada vez mais complexos, ninguém poderia esperar que a questão da ética fosse se tornar mais simples – ou totalmente respondida.

Porém, ao continuarmos a definir e refinar nossos valores compartilhados, encorajar o debate e nos certificarmos de que vozes diversas são sempre convidadas a participar da conversa, líderes criativos podem integrar ética ao DNA da sua organização e, por fim, gerar um impacto mais ético na sociedade como um todo.

O tempo é agora e nós precisamos incentivar essa conversa! Por isso, eu e minha esposa Helga patrocinamos uma bolsa de estudos integral para o MBA Executivo em Liderança Criativa na Berlin Shool, para o próximo período de inscrições, em setembro de 2019.

Confira essa oportunidade em nosso website, debata o tema com amigos, invista em informação qualificada sempre.

Vamos todos contribuir para uma sociedade mais criativa e ética!