Ações da Via Varejo caem com Klein tentando controle da empresa

Michael Klein quer dissolver controle do GPA para se tornar novamente acionista majoritário da Via Varejo

Tempo de leitura: < 1 minuto

5 de junho de 2019

Michael Klein, herdeiro de Samuel Klein, fundador das Casas Bahia, tenta atrair investidores dispostos a injetar capital na Via Varejo por meio de fundos para tirar o controle da companhia das mãos do GPA. A informação foi publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

O Grupo Pão de Açúcar detém 36% da Via Varejo, dona das bandeiras Casas Bahia e Ponto Frio. A família Klein, que já foi a acionista majoritária do negócio, tem 25% das ações da companhia. A estratégia de Michael Klein é formar uma estrutura societária para atrair investidores e voltar a ter o controle do grupo.

LEIA MAIS: Família Klein e XP Investimentos podem assumir operação da Via Varejo

Com a notícia, as ações da Via Varejo chegaram a cair 5% na tarde desta quarta-feira (5). Os papeis da empresa fecharam o dia em queda de 4,32%. Se Klein conseguir pulverizar a participação do GPA, não vai precisar acionar o “tag along”, mecanismo que obriga estender a oferta de controle da empresa a acionistas minoritários.

Klein tenta evitar que uma outra empresa assuma o controle da Via Varejo, já que o GPA está disposto a vender sua participação na empresa. Há pelo menos um ano, a Via Varejo é alvo de especulações. Até mesmo a Amazon já foi cogitada como uma compradora. A Via Varejo seria a porta de entrada da gigante americana no Brasil.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS