Seda vegana de casca de laranja? Conheça a iniciativa de reaproveitamento

Duas empresárias italianas desenvolveram uma seda vegana produzida com o material reaproveitado da indústria de suco. Tecido pode ser opaco ou brilhante

Já pensou em um tecido feito pelo bagaço da laranja? Duas empresárias italianas desenvolveram uma seda vegana produzida com o material reaproveitado da indústria de suco. Feita a partir da celulose do bagaço, a seda é leve, suave e pode ser opaca ou brilhante.

LEIA MAIS: Fast Fashion cria moda sustentável com fibras de abacaxi e cascas de laranja

No fim do ano passado, a francesa Chanel, assim como a Prada, divulgou que não vai mais trabalhar com peles e couro, um grande estímulo para que outras grandes marcas passem a fazer o mesmo. A seda vegana já está sendo usada para produzir os artigos têxteis de luxo da grife italiana Salvatore Ferragamo.

Impactos da moda

A indústria da moda ocupa o segundo lugar no ranking das mais poluentes. Segundo o artigo da revista Environmental Health, todas as etapas da cadeia produtiva geram efeitos na natureza e na saúde humana.

Fatores como condições precárias de trabalho, salários baixos e o descarte de corantes prejudicam a natureza e, consequentemente, os seres humanos.

O estudo indica que o cultivo do algodão exige uso intensivo de água, enquanto tecidos sintéticos, como o poliéster, são derivados do petróleo. Em ambos os casos, o descarte dos líquidos residuais não tratados usados no tingimento pode liberar substâncias tóxicas e metais pesados nas fontes de água locais. Dessa forma, a saúde dos animais e dos próprios seres humanos é prejudicada.

Já na confecção das roupas, padrões de segurança do trabalho são ignorados devido a agravantes como infraestrutura política e gestão ruins. Esse cenário é propício a gerar problemas respiratórios, câncer, lesões acidentais, entre outros danos.

Ao final de tudo isso, após chegarem ao consumidor, as peças continuam a produzir efeitos. Quando perdem a vida útil, tornam-se resíduos têxteis, que podem acabar em aterros sanitários não regularizados.

LEIA MAIS: Confira a edição online da Revista Consumidor Moderno! 

Veja o vídeo sobre o tecido

JÁ VIU? PANC: conheça as plantas não convencionais próprias para o consumo

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS