Pesquisa revela hábitos dos fãs de futebol na América Latina

Estudo feito com apoio da Kantar mapeou preferências e costumes de torcedores brasileiros, argentinos, peruanos, colombianos e chilenos

Por: - 3 meses atrás

América Latina

É quase impossível falar da cultura latino-americana sem discutir futebol. A Mastercard, em parceria com a Kantar, realizou uma pesquisa sobre os hábitos dos fãs de futebol na América Latina.

Os colombianos são os mais famintos! 74% deles afirmam usar o intervalo das partidas para pegar alimentos e bebidas para o segundo tempo. Entrevistados de outros países preferem usar o banheiro. Já 66% dos participantes da pesquisar preferem assistir as partidas com amigos ao invés de familiares.

No Brasil, 42% dos entrevistados no país afirmam que é provável que ignorem o trabalho ou a escola para assistir a uma partida transmitida de seu time favorito. E se não faltarem ao trabalho, 74% deles provavelmente assistirão no escritório.

Pergunte a qualquer argentino e eles dirão que se importam mais com futebol do que com qualquer outra coisa. Cerca de 6 em cada 10 dos entrevistados do país dizem ser fãs de futebol.

América Latina

LEIA MAIS: Confira a edição online da Revista Consumidor Moderno! 

Em relação à audiência, os chilenos possuem o maior número, com 77% da opinião dos respondentes. Além disso, 95% dos chilenos afirmam que preferem assistir aos jogos em suas próprias casas.

Depois do jogo, os torcedores peruanos tendem a conversar com seus amigos sobre as melhores jogadas (46%), se gabar da vitória nas redes sociais (39%) e alguns até mesmo compartilham um selfie comemorativo (31%).

América Latina

Comportamento

Segundo Janet Rivera-Hernandez, diretora de comunicação da Mastercard América Latina e Caribe, estudos como esse aproximam empresas e marcas dos consumidores.

“Na Mastercard, acreditamos firmemente na importância das paixões compartilhadas e buscamos nos engajar e nos conectar com nossos consumidores sempre que possível. Por meio de pesquisas como esta, e patrocinando um dos principais eventos esportivos da região – entre outros –, podemos nos aproximar de nossos consumidores e continuar apoiando suas paixões”, afirma a executiva.

JÁ VIU? Ficar em casa é o novo sair

América Latina