Millennials e o amor: pesquisa detalha o comportamento dessa geração

Estudo realizado pelo aplicativo happn destaca as tendências de comportamento da geração que acompanhou o boom dos aplicativos de paquera. Entenda

Por: - 3 meses atrás

Millennials

Os Millennials acompanharam de perto o surgimento de canais online para buscar um novo crush ou, até mesmo, um novo amor. Das salas virtuais de bate-papo aos aplicativos, essa geração moldou seu comportamento emocional paralelamente ao avanço dessas ferramentas. Um levantamento recente do happn feito em parceria com o YouGov com mais de mil brasileiros dessa geração revela que, embora possuam traços de comportamento diferentes, eles buscam um novo formato emocional: o amor moderno.

A primeira tomada de decisão

O estudo destaca que, para 63% dos respondentes, o primeiro passo – onde acontece o processo de conquista – é considerado como o melhor momento entre as etapas de sedução. Portanto, abordar o crush da vez se torna um momento estratégico no jogo da conquista, de modo que 81% dos entrevistados revelaram que gostam de demonstrar interesse, sendo que 21% fazem isso pelo menos uma vez por semana. Outro dado de destaque é que cerca de 26% faz isso para mensurar o interesse da outra parte ou colocar sua capacidade de sedução em teste.

Os lugares preferidos e a onda do “contatinho” 

O estudo mostra que as baladas seguem como o melhor lugar para novas paqueras, com 40% da preferência dos entrevistados. Na sequência, aqueles que preferem bares e restaurantes e os que não definem regras (quando o movimento da outra pessoa vai determinar a ação) dividem o segundo lugar. Manter os chamados “contatinhos” simultâneos é uma prática recorrente, de modo que 50% dos entrevistados declaram que podem flertar com várias pessoas ao mesmo tempo, sendo que 31% já fizeram isso antes.

Amor moderno

Na onda desses comportamentos, a tecnologia aparece como aliada fundamental na busca por um relacionamento. Aproximadamente 82% dos jovens entre 18 e 24 anos concordam que flertar ficou muito mais fácil após o crescimento de sites e aplicativos de relacionamento. Um estudo realizado pelo aplicativo verificou as preferências e hábitos dos usuários, de maneira que 61% já tiveram um date marcado pelo aplicativo.

LEIA TAMBÉM: Geração streaming: relatório do Spotify traz 5 tendências que definem Millennials e Z

Outra tendência identificada na pesquisa é o relacionamento aberto: 15% dos usuários afirmam manter relacionamento aberto com pessoas que conheceram pelo aplicativo, o que reflete no aumento desse comportamento. As preferências políticas e os gostos em comum também são determinantes para que uma química prévia ocorre entre as partes.