Estudo lista doenças que podem ser detectadas com ajuda de postagens do Facebook

Cientistas analisaram perfis de mais de 900 pessoas e 949 mil posts da rede social. Relatório foi publicado na revista científica PLOS One

Um estudo divulgado pela revista científica PLOS One listou 21 doenças que podem ser detectadas com uma análise de perfil no Facebook. A pesquisa foi feita pela Universidade da Pensilvânia e traz evidências que ajudam a identificar doenças como diabetes, ansiedade e depressão.

O grupo de cientistas desenvolveu uma técnica para analisar como a rede social pode prever essas condições. Eles coletaram dados relacionados à linguagem recorrente no Facebook e cruzaram com as informações dos pacientes.

Os pacientes foram convidados a compartilhar suas postagens anteriores e ceder dados dos seus registros. Com base nesses documentos, também foram coletadas informações sobre sexo, idade, e raça das pessoas envolvidas, além de possíveis diagnósticos anteriores.

Durante a pesquisa, os cientistas analisaram publicações de mais de 900 pessoas e 949 mil postagens no Facebook. Eles acreditam que é possível prever, apenas com as atualizações de status, se uma pessoa está grávida ou com doenças na pele.

LEIA MAIS: Confira a edição online da Revista Consumidor Moderno! 

Analisando a linguagem

A pesquisa foi feita, inicialmente, com a análise de linguagem em 500 palavras por participante, sendo que cada condição médica devia possuir pelo menos 30 pessoas.

Após o levantamento primário, a etapa seguinte foi encontrar tópicos significativamente relacionados às condições médicas. Os termos “bebida” e “garrafa” mostraram ser mais relacionados ao abuso de álcool. Pessoas que mencionaram as palavras “Deus” ou “orar” são 15 vezes mais propensas a ter diabetes, e o uso de expressões como “burro” ou alguns palavrões indicam abuso de drogas e psicoses.

JÁ VIU? Venda de smartphones deve cair no Brasil em 2019

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS