Inspirada nos Millennials, AeC aposta em projeto de autogestão

Entrevistamos Warney Silva, diretor de Pessoas da AeC, para compreender o desenvolvimento do Projeto Self. Conheça a iniciativa

Um dos grandes desafios das empresas contemporâneas é acolher em seu modelo de negócio as diferentes gerações e seus comportamentos. Principalmente os Millennials. Eles são hoje os maiores influenciadores de todas as outras gerações, trazem um novo perfil, novas demandas e uma régua comportamental um tanto exigente –  tanto como colaborador quanto como cliente.

Essas pessoas tendem a buscar boas experiências e muito autonomia, entre outras demandas e características. Na AeC, quase 20 mil colaboradores são dessa geração – e a empresa, ao perceber isso, escolheu testar novas formas de gestão.

Já há alguns anos, a companhia utiliza a plataforma Robbyson, uma plataforma de gerenciamento de atividades baseada em gamificação.

A partir da experiência com a ferramenta, a empresa percebeu que alguns colaboradores têm alta performance naturalmente, se destacam em seus números e resultados pelo empoderamento que a a gestão de dados oferece.

Ao analisar esse quadro, a AeC decidiu desenvolver o Projeto Self, uma iniciativa baseada em autogestão. Para compreender melhor o funcionamento do Self, a Consumidor Moderno ouviu Warney Silva, diretor de Pessoas da companhia. Confira:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS