Ciclic lança seguro viagem 100% digital e via aplicativo

A nova aventura da empresa faz parte de uma expansão da startup, que se reposiciona como uma solução para serviços que são burocráticos

Por: - 4 meses atrás

ciclic

Os bancos e corretoras digitais viraram tendência no país. A Ciclic, startup brasileira, surgiu no auge do assunto que permeava o momento: investimentos. A companhia oferecia uma novidade: previdência privada totalmente digital. Os investimentos são feitos via website, sem burocracia, com vários objetivos, que vão de pagar uma dívida a aposentadoria.

LEIA TAMBÉM: Conheça a N26, uma startup alemã que promete competir com o Nubank

Agora, a insurtech expande mais uma vez seu braço de negócios. A companhia que se define simplesmente como uma plataforma digital, lançou um seguro viagem 100% online e tudo é resolvido pelo website. A insurtech investe em open insurance e oferece serviço de assistência residencial.

Comunicação e experiência na era móvel

O foco da comunicação e do funcionamento dos serviços são totalmente alinhados com a nova linha das fintechs, que propõem uma resolução rápida com apenas alguns toques na tela. A campanha de lançamento começa com um conteúdo pago em parceria com o Porta dos Fundos, um dos maiores canais do Brasil.

A escolha reflete o estilo da empresa, que usa uma linguagem jovem e leva Didi Wagner, ex Vj da MTV e atual apresentadora de TV do Multishow, como garota propaganda. A intenção vai de encontro com o atual mercado e é uma tendência cada vez mais crescente, a transmídia totalmente digital.

Os seguros dessa modalidade geralmente carregam algumas burocracias e o intuito da empresa é mirar no público que precisa de praticidade e conforto para viajar.

A experiência de consumo mostra-se cada vez mais digital. Tanto é que uma pesquisa descobriu que cada vez mais os consumidores confiam em bancos digitais para realizar serviços financeiros.

É visível neste caso que a nova aventura da Ciclic faz parte de uma expansão da startup que se reposiciona ao definir-se como uma solução para serviços que são burocráticos e precisam ser simplificados.

*Em nota, a Sociedade Brasileira de Dermatologia, manifestou seu repúdio ao conteúdo pago da Ciclic em parceria com o Porta dos Fundos. De acordo com a associação, o tratamento do vídeo é preconceituoso com pacientes de hanseníase. A enfermidade é uma doença infecciosa e curável. Cerca de 90% da população possui defesa natural contra a doença. O tratamento é fornecido gratuitamente pelo SUS. A partir do início do tratamento, o paciente já não contagia outras pessoas. E nem todos os pacientes transmitem a doença.