Nubank automatiza processo e abandona fila de espera

Agora cliente que solicitar um cartão de crédito terá resposta imediata e acesso a NuConta. Entenda o que muda

Por: - 4 meses atrás

Nubank

Agora ficou ainda mais fácil ter um cartão de crédito do Nubank. A fintech, que já acumula mais de 10 milhões de clientes no Brasil, mudou seu processo de adesão, que vinha sendo mantido desde o lançamento da empresa, em 2014. 

Com isso chega ao fim a fila de espera pelos roxinhos que, dependendo dos casos, poderia se estender por até 90 dias. Agora o sistema de solicitações será automatizado. 

LEIA MAIS
A lógica do Nubank é: mais experiência, menos marketing

E o que muda? Se seu pedido for aprovado você já tem uma resposta imediata e acesso a NuConta. Em casos de limite pré-aprovado o convite para utilizar o cartão também acontece na mesma hora. 

“A lista de espera do cartão de crédito foi necessária em um primeiro momento, mas hoje podemos oferecer mais opções de produtos e serviços para quem quer ser cliente do Nubank”, disse Vitor Olivier, vice-presidente de Consumo do Nubank, ao InfoMoney.

O queridinho dos brasileiros 

Segundo estudo feito pela CardMonitor e o Instituto Medida Certa os cartões de crédito da fintech são os preferidos entre 66,3% dos brasileiros. A pesquisa considerou serviços de cartão oferecidos por 19 bancos e empresas de varejo. 

No ranking, que mede a preferência dos brasileiros, o desempenho do cartão do Nubank foi 10 pontos percentuais superior ao do segundo colocado.

Ainda de acordo com o relatório, 86,4% dos clientes do Nubank afirmam que indicariam os serviços de cartão de crédito da empresa para amigos e familiares. Nesse quesito, a empresa teve um desempenho 31 pontos percentuais superior ao do segundo colocado do ranking.

Nubank

Pelo mundo

Este ano, como parte de sua estratégia de expansão internacional, o Nubank abriu escritórios no México e na Argentina. Além disso, mantém desde 2017 um hub de tecnologia em Berlim, na Alemanha, com foco em engenharia de dados e infraestrutura. 

Em 2014, a empresa lançou seu primeiro produto no mercado, um cartão se crédito sem anuidade e gerenciado por um aplicativo. 

Cinco anos depois, a fintech já atende mais de 10 milhões de clientes e emprega 1.500 funcionários de 25 nacionalidades, incluindo indianos, canadenses, australianos, americanos, holandeses e mexicanos. 

Desde que surgiu já recebeu mais de 400 milhões de dólares em sete rodadas de investimento de investidores como Sequoia Capital, Kaszek Ventures, Tiger Global Management e da própria Tencent. Além disso, foi avaliada recentemente em 4 bilhões de dólares em valor de mercado.